Repórter portuguesa interrompe opinião contrária a Temer

Em uma transmissão ao vivo, jornalista retirou o microfone da entrevistada ao perceber que a fala seria de protesto

por Wagner Silva qua, 11/01/2017 - 14:51

A jornalista portuguesa Alberta Marques Fernandes interrompeu um discurso de protesto de uma brasileira enquanto a entrevistava, ao vivo, para a RTP (Rádio e Televisão de Portugal). A atitude da repórter foi bastante questionada nas redes sociais, principalmente em páginas portuguesas, como a “Os truques da imprensa portuguesa”.

Residente em Portugal, a entrevistada chegou pela manhã ao Palácio de Belém, local das cerimônias em homenagem ao ex-presidente Mário Soares, com intuito de protestar contra o governo de Michel Temer. Ao indagar a brasileira e perceber que o tom não seria elogioso, a repórter tirou o microfone da entrevistada e disse “de qualquer forma, é o presidente do seu país que está aqui, homenageando um dos pais da democracia portuguesa”.

Os comentários nas redes sociais questionam se “a censura em Portugal não acabou” e “se a jornalista queria apenas afirmar suas convicções, para que pedir a opinião de outros”. Alguns chegaram a questionar o convite a Michel Temer para o velório de Mário Soares. O ex-presidente português, fundador do Partido Socialista, viveu exilado durante a ditadura do governo Salazar e voltou ao país em 1974, tornando-se presidente 12 anos depois.

COMENTÁRIOS dos leitores