Chefe do tráfico se fere com fuzil e é preso em hospital

A arma explodiu quando o traficante estava manuseando. Os estilhaços perfuraram o seu pulmão e o abdômen

por Jameson Ramos sab, 20/04/2019 - 13:09
Google Maps O traficante se recupera da cirurgia e não corre risco de morrer Google Maps

César Augusto Alta de Araújo, 30 anos, foi preso em uma unidade particular de saúde em São José de Meriti, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro. O homem, que é ex-militar do Exército e chefe do tráfico no Rio tinha dado entrada no hospital depois que o próprio fuzil explodiu.

A prisão aconteceu na noite desta última sexta-feira (19). César é considerado como chefe do tráfico do Complexo do Chapadão, Zona Norte do Rio de Janeiro. A polícia conseguiu chegar até ele depois de receber informações de que um traficante havia dado entrada em um hospital da região.

O ex-militar, conhecido como PQD, havia chegado à Casa de Saúde e Maternidade Teresinha de Jesus com ferimentos no tórax e precisou ser entubado. No local, César disse que havia se ferido em um "acidente de trabalho".

Com a explosão do fuzil os estilhaços perfuraram o pulmão e o abdômen do traficante, que pagou todas as despesas médicas à vista. Ele ainda está se recuperando da cirurgia e não corre risco de morrer. Por isso, enquanto ele permanece se recuperando no hospital, um esquema de segurança foi reforçado na unidade de saúde.

De acordo com o G1, essa não é a primeira vez que o PQD foi preso. Em 2015, numa operação do Batalhão de Operações Especiais (Bope), ele acabou sendo preso junto com outros homens da mesma facção criminosa.

COMENTÁRIOS dos leitores