Entre fuzil e explosivos, polícia desfaz arsenal do crime

Pistolas, escopetas, fuzis de guerra, explosivos, coletes, veículos, máscaras, balaclavas e 2 mil munições foram apreendidos. Material é avaliado em meio milhão de reais

por Jameson Ramos ter, 12/02/2019 - 19:26

Após operação de combate ao crime especializado, a Polícia Civil de Taipu, cidade do Rio Grande do Norte, apreendeu pistolas calibres 9 e 40 mm, escopetas, fuzis de guerra, explosivos, coletes, veículos, máscaras, balaclavas e 2 mil munições - um verdadeiro arsenal avaliado em R$ 500 mil. A polícia aponta que todo esse material para o crime foi comprado no mercado clandestino internacional, nos Estados Unidos.

Conforme informado pela civil ao portal OP9, a quadrilha ficava numa espécie de quartel, onde se preparavam para assaltar carros-fortes. No local, os agentes foram recebidos a bala e os suspeitos conseguiram fugir por uma área de mata. No "quartel", os policiais se depararam com tamanha força de fogo guardada pelos criminosos.

A Polícia Civil garante que os envolvidos já foram identificados e estão sendo procurados. A operação da Divisão Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deicor) é um desdobramento da intervenção policial denominada Ariús, uma parceria das polícias civil e militar que já prendeu suspeitos na Paraíba, Alagoas, Rio Grande do Norte e Pernambuco - todos estados do Nordeste.  

COMENTÁRIOS dos leitores