Caso Aldeia: Danilo deve ficar em cela isolada, diz juíza

Segundo determinação, Danilo Paes Rodrigues tem passado por situações vexatórias no presídio

qui, 06/12/2018 - 12:19
Reprodução/Facebook Na próxima sexta-feira (7), Danilo será levado ao Fórum de Camaragibe para responder interrogatório Reprodução/Facebook

A juíza Marília Falcone Gomes Lócio determinou que o engenheiro Danilo Paes Rodrigues seja mantido em uma cela isolada no Complexo do Curado, na Zona Oeste do Recife. Danilo é acusado de, junto com a mãe Jussara Rodrigues, assassinar o pai Denirson Paes Rodrigues em um condomínio de Aldeia, em Camaragibe, Região Metropolitana do Recife (RMR).

O objetivo da decisão, segundo a juíza, é evitar que Danilo passe por situações vexatórias. O fato estaria ocorrendo desde que ele foi transferido para ser conduzido à audiência na 1ª Vara Criminal.

O deferimento do pedido foi publicado na última quarta-feira (5). “Determino ainda que na próxima audiência, caso houver, o acusado não mais seja transferido para o Complexo do Aníbal Bruno [Complexo do Curado], devendo ser trazido ao Fórum diretamente do Cotel”, diz a juíza na decisão.

Segundo o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Danilo já está no Cotel, localizado em Abreu e Lima, na RMR. Na próxima sexta-feira (7), ele e a mãe serão encaminhados ao Fórum de Camaragibe para interrogatório. Devido à quantidade de testemunhas arroladas para a audiência, eles só deverão ser ouvidos no segundo dia agendado, 14 de dezembro.

COMENTÁRIOS dos leitores