AIDS matará 80 jovens por dia até 2030, diz ONU

Segundo o estudo, 3 milhões de pessoas com 19 anos ou menos estão infectadas com HIV e mais da metade das crianças soropositivas não chegarão aos cinco anos de idade

por Beatriz Gouvêa seg, 03/12/2018 - 15:18

Cerca de 80 jovens morrerão todos os dias de AIDS até 2030, caso o avanço da prevenção da transmissão não for agilizado, de acordo com o relatório “Crianças, HIV e AIDS: O Mundo em 2030”, publicado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Segundo o estudo, 3 milhões de pessoas com 19 anos ou menos estão infectadas com HIV no mundo e mais da metade das crianças que morrerão de AIDS não chegarão aos cinco anos de idade, principalmente em casos de transmissão de mães para bebês.

Nos últimos oito anos, o número de infecções caiu 40%, porém as meninas representam dois terços de todas as infecções por HIV entre adolescentes. A meta global da ONU é assegurar que o número de crianças infectadas com a doença não ultrapasse 1,4 milhão até 2030. A taxa planejada a partir do trabalho da saúde pública é de 1,9 milhão. Dois milhões de novas infecções podem ser evitados até 2030, se compromissos internacionais forem cumpridos, estima o fundo da ONU.       

COMENTÁRIOS dos leitores