Impacto há 10 bilhões de anos modelou Via Láctea

Os astrônomos tentam compreender há muito tempo se a Via Láctea se formou a partir de várias colisões com "pequenas" galáxias ou se cresceu a partir de um único grande impacto

qui, 01/11/2018 - 06:36
- O halo galáctico que rodeia a Via Láctea é composto principalmente por destroços procedentes de sua colisão, há 10 bilhões de anos, com uma galáxia do tamanho equivalente a 600 milhões de vezes o do Sol -

O halo galáctico que rodeia a Via Láctea é composto principalmente por destroços procedentes de sua colisão, há 10 bilhões de anos, com uma galáxia do tamanho equivalente a 600 milhões de vezes o do Sol, anunciaram pesquisadores nesta quarta-feira.

Os astrônomos tentam compreender há muito tempo se a Via Láctea se formou a partir de várias colisões com "pequenas" galáxias ou se cresceu a partir de um único grande impacto.

Diante desta questão, os astrônomos analisaram os dados obtidos pelo telescópio espacial europeu Gaia, colocado em órbita pela Agência Espacial Europeia em 2013.

O satélite cartografou em 3D quase 1,7 bilhão de estrelas da nossa galáxia, e conseguiu determinar a distância da Terra e a velocidade de grande parte delas.

"Não esperávamos que a maioria das estrelas que integram o halo tivessem uma origem comum (...), mas formam um grupo bastante homogêneo", explicou à AFP Amina Helmi, coautora do estudo, publicado nesta quarta-feira na revista Nature.

Além disso, "sua composição química é claramente diferente das estrelas 'de origem' da Via Láctea", acrescentou.

Os pesquisadores puderam reconstituir em três dimensões a chegada destas estrelas ao longo do tempo. "O visão reversa desta reconstituição permitiu aos astrônomos analisar como se formou nossa galáxia e como evoluiu", explicou Kim Venn, astrônomo da Universidade de Victoria, no Canadá.

Amina Helmi e seus companheiros puderam estabelecer assim que o choque com a galáxia ocorreu há 10 bilhões de anos, cerca de 3,8 bilhões de anos após o Big Bang.

A equipe decidiu chamar esta galáxia Gaia-Enceladus, em referência ao telescópio Gaia e ao gigante da mitologia grega Encélado.

COMENTÁRIOS dos leitores