Tailândia: Resgate quase terminou em tragédia, diz equipe

Bomba de extração de água cedeu logo após treinador ser retirado

qua, 11/07/2018 - 09:11
HANDOUT/ROYAL THAI NAVY/AFP O incidente com a bomba de extração levou a um rápido alagamento do local HANDOUT/ROYAL THAI NAVY/AFP

 A última etapa da operação de resgate dos 12 meninos e do treinador de futebol em uma caverna na Tailândia quase virou uma tragédia. As equipes revelaram nesta quarta-feira (11) que a principal bomba de extração de água cedeu logo após que a última criança e o técnico foram retirados da gruta de Tham Luang.

O incidente com a bomba de extração levou a um rápido alagamento do local, obrigando cerca de 100 socorristas a abandonarem a gruta às pressas. Caso a bomba tivesse cedido horas antes, o resgate teria sido mais difícil.

As autoridades da Tailândia, com apoio de mergulhadores e especialistas estrangeiros, conseguiram retirar da caverna os 12 meninos e o treinador de futebol, que estavam presos no local desde 23 de junho devido às inundações. A operação foi concluída ontem.

Os jovens perderam cerca de 2kg durante os 18 dias em que ficaram dentro da caverna - sem acesso à luz e a alimentos. Eles estão internados no Hospital Chiangrai Prachanukroh, mas não sofrem grandes riscos de saúde, de acordo com os médicos.

O grupo será acompanhado durante um tratamento que avaliará os danos físicos e mentais, baseado no estresse pós-traumático.

Da Ansa

COMENTÁRIOS dos leitores