Mulher é presa após matar dois namorados envenenados

Ela atuou da mesma forma nos dois casos. Tudo isso porque eles queriam acabar com o relacionamento

por Jameson Ramos ter, 12/06/2018 - 10:37
Pixabay Hospital De Base Luis Eduardo Magalhães Pixabay

A Polícia de Itabuna, no sul da Bahia, descobriu que Wane Brenda Gonçalves de Oliveira, de 34 anos, matou dois de seus namorados utilizando o veneno conhecido como "chumbinho", ao descobrir que eles queriam, na época, acabar o relacionamento com ela. Wane foi presa nesta última segunda-feira (11). 

Segundo apurado pelo site local, Bahia.ba, o primeiro a ser assassinato foi Edvaldo Araújo Alves, de 40 anos, no dia 16 de abril de 2017. De acordo com a polícia, o homem passou mal na casa da suspeita e foi levado, por ela, para o hospital - onde não resistiu e morreu. O médico, na época, atribuiu o acontecido a um infarto fulminante.

A segunda vítima foi Evandro Bonfim de Souza, 40, com quem Wanda iniciou um relacionamento meses depois da morte do seu primeiro namorado. A mulher deu um medicamento para ele que provocou um mal-estar. Da mesma forma que agiu com o Edvaldo, Wanda levou a vítima para o hospital, e ele foi diagnosticado com os sintomas de envenenamento.

Evandro apresentou uma melhora em seu quadro clínico, mas - acompanhando o namorado durante os nove dias que ficou internado, antes de receber alta a acusada deu novamente veneno para o rapaz que acabou sofrendo uma parada cardíaca, falecendo dias depois. A justiça descobriu que foi usado o mesmo veneno em ambos os casos. 

COMENTÁRIOS dos leitores