Saiba como identificar alimentos impróprios para consumo

Vigilância Sanitária do Recife está fiscalizando supermercados e orientando consumidores na compra de produtos alimentícios

sex, 01/06/2018 - 17:13

Por conta da crise de abastecimento pela qual passou supermercados e outros locais que vendem alimentos durante a paralisação dos caminhoneiros, a Vigilância Sanitária (Visa) da Prefeitura do Recife está alertando os consumidores na hora de comprar os produtos, sobretudo os perecíveis. Os inspetores sanitários orientam que não basta apenas observar o prazo de alimento dos alimentos, mas também outros detalhes.

Um dos pontos para o qual a pessoa deve se atentar é a integridade das embalagens, principalmente quanto aos alimentos congelados. “Se a embalagem estiver violada, amassada ou rasgada, não compre. No caso das latas, não compre aquelas que estiverem enferrujadas, estufadas ou com qualquer outra alteração”, explica a chefe do setor de alimentos e produtos da Vigilância Sanitária do Recife, Cristiane Gomes.

Com relação aos alimentos congelados, a Vigilância orienta também para os consumidores prestarem atenção se os mesmos estão firmes e sem sinais de descongelamento, como acúmulo de líquido ou gelo dentro da embalagem – o que aumenta o risco de contaminação.

A maior preocupação dos inspetores é em relação às carnes e outros produtos que estragam mais rapidamente, como ovos. “Na hora de comprar carnes, é importante observar a textura, coloração e odor. Havendo alteração em alguma dessas características, não compre. Se os ovos apresentarem rachaduras ou tiverem quebrados, é melhor não comprar”, alerta Cristiane Gomes.

Os cuidados também devem ser em relação aos produtos de panificação. De acordo com as orientações da Visa, antes de consumir esse tipo de alimento, é necessário observar se não há fungos ou bolores. O órgão está recebendo denúncia através do número 0800.281.1520.

COMENTÁRIOS dos leitores