Fisioterapeuta orienta sobre primeiros socorros no esporte

Em palestra no III Congresso Multidisplinar de Saúde, realizado pela Universidade da Amazônia (Unama), em Belém, Mauren Mansur alertou para os riscos de complicações por causa do atendimento inadequado

por Ariela Motizuki seg, 30/04/2018 - 17:14
Ariela Motizuli/LeiaJáImagens Fisioterapeuta Mauren Mansur falou para estudantes e profissionais, na Unama Ariela Motizuli/LeiaJáImagens

A prática de qualquer tipo de esporte requer cuidados. Atletas e não atletas estão sujeitos a lesões e acidentes durante treinos, campeonatos e atividades físicas intensas. O fisioterapeuta Mauren Mansur, especialista em primeiros socorros em esportes como futebol e esportes de alta performances, palestrou durante o III Congresso Multidisciplinar de Saúde, da Universidade da Amazônia (Unama), na última quinta-feira (26), e afirmou que profissionais da saúde estão se inserindo cada vez mais em pronto atendimento e primeiros socorros no esporte.

A fisioterapia desportiva no Brasil começa a se destacar principalmente após as Olimpíadas do Rio. O fisioterapeuta e a equipe multidisciplinar se tornaram indispensáveis para garantir o bem-estar de atletas de todo o mundo. O fisioterapeuta Mauren Mansur foi um dos participantes da Olimpíada. Ele foi responsável por capacitar mais de dois mil profissionais para o suporte do evento. “Eu estou trazendo exemplos das Olimpíadas do Rio. Nas equipes de atendimento, os fisioterapeutas eram a grande maioria. Na área desportiva e de urgência essa especialidade vem crescendo muito, mas eu costumo sempre falar que não é só pra fisioterapia e sim para todas as áreas da saúde”, afirmou Mauren.

Durante palestra no evento, o fisioterapeuta explicou os principais tipos de urgências e emergências que podem ocorrer com atletas de diversas modalidades, como hiperaquecimentos, desidratações e questões de atendimentos imediatos em caso de fraturas, sangramentos e o transporte do paciente durante acidentes. “Esse workshop faz parte do suporte básico de vida, e a ideia é realmente passar a importância de qualquer pessoa da área da saúde que tenha vontade de aprender e saber o que fazer em urgências dentro do esporte”, contou o fisioterapeuta.

O profissional explicou que modalidades de impacto, como o futebol, possuem exigência físicas complexas. Jogadores sofrem com distensões e contusões, principalmente em articulações como joelho e tornozelos. Segundo o fisioterapeuta, a prevenção vai desde a correção de exercícios até alongamentos de fortalecimento do centro do corpo.

 

COMENTÁRIOS dos leitores