Professor de inglês que abusava de alunas confessa crime

Raphael Carneiro Camboim está preso temporariamente. Os atos sexuais teriam participação de usa esposa

seg, 16/04/2018 - 12:55
Divulgação/Polícia Civil Professor queria que as duas alunas morassem com ele Divulgação/Polícia Civil

Um professor de inglês foi preso por abusar de duas alunas na sua casa, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife (RMR). Raphael Carneiro Camboim, de 32 anos, confessou o crime, que teria o consentimento e participação de sua esposa. 

Na casa de Raphael, a polícia apreendeu celular, computadores e pen drives. O próprio acusado admitiu que possui imagens pornográficas de suas vítimas nos itens confiscados. Ele atraía as jovens para sua casa oferecendo aulas gratuitas. 

Como as vítimas eram jovens com 14 e 15 anos, não se configura o crime de estupro de vulnerável. “Ele deve responder por manter imagem pornográfica de menores em arquivos digitais e mediação para servir a lascívia da esposa, crime que também está no Código Penal”, explicou o delegado Vinícius Silva de Oliveira, da Delegacia do Varadouro.

As investigações começaram em março, após o pai de uma das jovens denunciar que a filha estava mantendo um envolvimento sexual com o professor. De acordo com o delegado, Raphael disse também que pretendia se casar com uma das jovens e levar outra para morar com ele em união estável. 

A mãe de uma das vítimas conta que Raphael já possuía um histórico. Em 2016, ele teria sido demitido da escola em que trabalhava após beijar uma das vítimas próximo à boca. 

As jovens foram ouvidas pelo Conselho Tutelar. Raphael foi preso temporariamente. A Polícia Civil agora tentará identificar a participação da esposa do professor. 

COMENTÁRIOS dos leitores