Iraquianos protestam contra ataques na Síria

Nas cidades de Bagdá, Nayaf e Basora, houve gritos de ordem contra o Reino Unido e a França

dom, 15/04/2018 - 15:49
AHMAD AL-RUBAYE Manifestantes iraquianos queimam bandeiras americanas em Bagdá em protesto contra bombardeios ocidentais na Síria, em 15 de abril de 2018 AHMAD AL-RUBAYE

Milhares de iraquianos protestaram neste domingo em várias cidades do Iraque contra os ataques ocidentais na Síria, convocados pelo líder xiita Moqtada Sadr, e alguns queimaram bandeiras americanas.

"Parem de destruir a Síria como destruíram nosso país", gritou a multidão reunida na praça Tahrir, no centro de Bagdá, quinze anos depois da investida do Iraque liderada pelos Estados Unidos e da queda do regime de Saddam Hussein.

Dezenas de homens que erguiam bandeiras iraquianas e sírias, assim como mulheres totalmente vestidas de preto, queimaram a bandeira americanas aos gritos de "Não aos Estados Unidos, não ao bombardeio do povo sírio!".

No sábado, o Iraque expressão sua "preocupação" depois que Estados Unidos, França e Reino Unido realizaram bombardeios contra o regime de Bashar al Assad, acusado de perpetrar um ataque químico contra uma cidade rebelde em 7 de abril.

Durante os protestos do domingo, especialmente em Bagdá, Nayaf (sul) e Basora (sul), também houve gritos de ordem contra o Reino Unido e a França.

COMENTÁRIOS dos leitores