RJ registra 60 mortes por febre amarela neste ano

Secretaria de Saúde divulgou os números da doença no estado. Foram registrados 150 casos de febre amarela em 22 municípios

por Mellyna Reis qua, 14/03/2018 - 21:30
Rodrigo Nunes/MS Rio Imagem vai disponibilizar vacina de segunda à sexta, das 7h às 22h Rodrigo Nunes/MS

RIO DE JANEIRO - Chega a 60 o número de óbitos por febre amarela registrados no Rio de Janeiro em 2018, segundo o balanço mais recente da Secretaria Estadual de Saúde. Dos 150 casos contabilizados em todo estado, 40 foram em Angra dos Reis, na Costa Verde, e 17 em Teresópolis, na Região Serrana, ambos municípios com alto fluxo turístico.

Os municípios que registraram casos são: Valença, Nova Friburgo, Petrópolis, Teresópolis, Miguel Pereira, Duas Barras, Rio das Flores, Vassouras, Sumidouro, Cantagalo, Paraíba do Sul, Carmo, Maricá, Angra dos Reis, Paty do Alferes, Engenheiro Paulo de Frontin, Mangaratiba, Piraí, Cachoeiras de Macacu, Trajano de Moraes, Rio Claro e Silva Jardim. 

Angra e Teresópolis também concentram o maior número de mortes: 14 e 7 óbitos, respectivamente. A secretaria ressaltou que, as pessoas que encontrarem macacos mortos ou com sinais da doença, devem repassar a informação às secretarias de Saúde do município ou do estado do RJ o mais rápido possível. Contudo, o órgão relembra que o contágio só é possível a partir da picada do mosquito.  

Segundo o secretário de Saúde do Estado, Luiz Antonio Teixeira Jr, a meta é imunizar 14 milhões de pessoas. "Já vacinamos cerca de 10,7 milhões de pessoas, mas ainda precisamos imunizar cerca de 3,3 milhões de cidadãos. Saímos de um percentual de 3% da população vacinada para mais de 76%", enfatiza. 

Para conter o avanço da doença, o órgão anunciou nesta quarta-feira (14) que vai ofecerer a vacina em horário estendido no Centro Estadual de Diagnósticos de Imagem – Rio Imagem, no centro do Rio de Janeiro (RJ). Quem ainda não foi imunizado poderá fazê-lo de segunda à sexta-feira, das 7h às 22h, além de contar com médicos de plantão para avaliar idosos. 

A escolha pelo Rio Imagem é pelo fato da unidade ficar próxima à Central do Brasil, por onde passam cerca de 600 mil pessoas diariamente. "Sabemos que muitas pessoas trabalham o dia todo e por isso ainda não conseguiram se vacinar. Além disso, a unidade terá médicos de plantão para fazer a avaliação de idosos e pessoas que precisam de recomendação", explicou o secretário.

Municípios que registraram casos de febre amarela: 

- Angra dos Reis: 40 casos, 14 mortes

- Teresópolis: 17 casos, sendo 7 mortes

- Valença: 18 casos, 6 mortes

- Nova Friburgo: 13 casos, 4 mortes

- Duas Barras: 12 casos, 2 mortes

- Sumidouro: 9 casos, 4 mortes

- Cantagalo: 6 casos, 4 mortes

- Rio das Flores: 5 casos, 2 mortes

- Trajano de Moraes: 4 casos, 3 mortes 

- Silva Jardim: 4 casos, 2 mortes

- Cachoeiras de Macacu: 3 casos, 1 morte 

- Carmo: 2 casos, 1 morte

- Maricá: 2 casos, 1 morte

- Miguel Pereira: 2 casos, 1 morte

- Paty do Alferes: 2 casos, 1 morte

- Vassouras: 2 casos, 1 morte

- Engenheiro Paulo de Frontin: 2 casos, 2 mortes

- Mangaratiba: 2 casos, 1 morte 

- Rio Claro: 2 casos, 1 morte

- Paraíba do Sul: 1 caso, 1 morte

- Piraí: 1 caso, 1 morte

- Petrópolis: 1 caso

COMENTÁRIOS dos leitores