Celpe é a empresa mais reclamada em Pernambuco em 2017

A lista das dez mais reclamadas no Procon-PE ainda tem Motorola, Oi e Compesa

seg, 15/01/2018 - 18:03
Hivor Danierbe/LeiaJáImagens/Arquivo A Celpe argumentou que 80% das queixas foram consideradas improcedentes Hivor Danierbe/LeiaJáImagens/Arquivo

O Procon-PE divulgou a lista de empresas mais reclamadas em 2017. Ao todo, o órgão atendeu 75.584 pessoas em todo o Estado, o que resultou em 30.653 reclamações. Em 2016 foram 67655 atendimentos e 28971 reclamações.

O ranking é liderado pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), que recebeu 879 reclamações durante o ano. Entre os problemas mais relatados pelos consumidores em relação à companhia de energia estão cobranças abusivas ou indevidas e serviços não concluídos ou fornecidos.

A Motorola ocupa as duas posições seguintes. É que, além da própria empresa em segundo lugar com 689 reclamações, a Connect Santa Maria, responsável pela assistência técnica da Motorola, teve 661 reclamações no Procon. De acordo com o Procon, o grau de resolução nas audiências realizadas pelo órgão  estadual é de 90%.

O LeiaJa.com solicitou um posicionamento à Celpe. Por meio de nota, a companhia disse que aproximadamente 80% das queixas de 2017 foram consideradas improcedentes. "A maior parte dos registros se refere a negociação de débitos reconhecidos pelos clientes", aponta a nota. Além disso, a concessionária destacou que as 879 reclamações representam 0,00024% do universo de mais de 3,6 milhões de consumidores.

Confira o ranking das dez empresas mais reclamadas no Procon-PE:

1º Celpe - 879

2º Motorola – 689

3º Connect Santa Maria - 661

4º Telemar – OI Fixo - 655

5º OI Móvel - 644

6 º Compesa - 592

7º Caixa Econômica Federal - 497

8º TIM Nordeste - 431

9º Banco Bradesco - 377

9º Banco Itaucard – 377

10º Cardif do Brasil Seguros e Garantias - 351

COMENTÁRIOS dos leitores