Garoto é atacado e morto por cobra no Rio Grande do Sul

A necropsia verificou que vários ossos do garoto foram quebrados por uma "pressão mecânica muito forte", inclusive um braço e costelas, o que não ocorre em um simples afogamento em riacho

por Jameson Ramos ter, 02/01/2018 - 09:33
Pixabay As cobras se procriaram na região por conta de um morador Pixabay

Morador de Passo Fundo, município de Ipiranga do Sul, Guilherme da Silva, 12 anos, desapareceu na tarde deste domingo (31) enquanto nadava no rio Teixeira, norte do Rio Grande do Sul. Segundo informações da rádio regional Rádio Uirapuru, o garoto teria sido puxado por uma cobra. O Corpo de Bombeiros foi acionado para tentar encontrar o adolescente, mas sem sucesso. 

Guilherme da Silva e o irmão, de 15 anos, foram puxados para uma parte mais funda do local. Um adulto só conseguiu resgatar o mais velho. O corpo da vítima foi encontrado no final da manhã desta segunda-feira (1º). Vizinhos e parentes se organizaram em busca do menino por todo o rio; foram eles que acharam o corpo.

Segundo apurado pelo site Três Passos News, a necropsia realizada na tarde da segunda confirmou que Guilherme foi morto por um ataque de cobra. O exame verificou que vários ossos do garoto foram quebrados por uma "pressão mecânica muito forte", inclusive um braço e costelas, o que não ocorre em um simples afogamento em riacho.

Em entrevista ao site, moradores do local garantem que existem no mínimo quatro cobras gigantes na área. As cobras se procriaram na região depois que um morador das proximidades trouxe várias delas do Mato Grosso e largou em um açude que se rompeu depois de uma enchente.

COMENTÁRIOS dos leitores