Após aparecer com sangue, irmão de Messi deve ser preso

Ele estava com o rosto ensanguentado e o barco também possuía manchas de sangue

por Naiane Nascimento sab, 02/12/2017 - 16:51
Reprodução/Twitter Em investigação, as autoridades encontraram uma pistola Reprodução/Twitter

Um mandado de prisão foi expedido contra Matías Messi, de 35 anos, irmão do jogador Messi, do Barcelona, por suspeita de praticar um crime. Ele atracou com uma lancha em Fighuera e estava com o rosto ensanguentado e o barco também possuía manchas de sangue. 

Segundo a imprensa europeia, ele afirmou ter batido em um banco de areia e se machucado com o impacto, no entanto, os policiais não acreditaram na justificativa dele. Em investigação, as autoridades encontraram uma pistola semelhante a uma já recolhida em posse de Matías em outra situação. Ele não possuía autorização para portar a arma. 

Então, diante da falta de conformidade dos fatos, ele recebeu mandado de prisão. Ele está sendo procurado e as suspeitas são de que ele possa ter cometido um crime na lancha. Outro problema encontrado pelas autoridades é a irregularidade do barco, afinal, ele estava sem matrícula. A polícia ainda afirma que Matías tem ligação com grupos criminosos na Argentina. 

Ao jornal El País, a família de Messi emitiu uma nota e visou apontar que as notícias veiculadas são falsas, pois “Matías sofreu um acidente esta quinta-feira, em Fighiera, a sul de Rosário, quando a lancha em que ia chocou num banco de areia". Por conta disso, ele precisou ser operado no maxilar superior e a mandíbula e descartou possibilidade de problemas neurológicos.

 

COMENTÁRIOS dos leitores