Mairiporã registra 22 mortes de macacos por febre amarela

Município da região metropolitana de São Paulo vacinou 75% da população contra a doença e pretende chegar aos 100% antes do fim de dezembro

por Wagner Silva sex, 01/12/2017 - 14:38

A cidade de Mairiporã, situada a 40 quilômetros da capital, registrou a morte de 22 macacos por febre amarela em 2017. Outros 50 animais encontrados na mata durante o ano estão sob investigação para determinar a causa das mortes. Segundo a prefeitura da cidade, não houve nenhum registro de caso de febre amarela entre a população.

O município fica localizado em uma região de mata densa, as margens da Serra da Cantareira, e por essa razão 75% da população já foi vacinada. No final de semana, a Secretaria de Saúde da cidade participará de uma força-tarefa para conseguir vacinar todos que ainda não receberam a imunização. A campanha começou em outubro, quando foi encontrado um macaco morto dentro de um condomínio.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, 23 casos de febre amarela em humanos foram registrados em cidades do interior paulista. Entre os infectados, dez pessoas morreram. O interior contabiliza 298 macacos mortos pela doença, sendo que 283 foram encontrados na cidade de Campinas. Na capital, os parques do Horto Florestal, Cantareira e Ecológico do Tietê foram fechados para evitar o contágio da população e deverão ser reabertos no próximo mês.

COMENTÁRIOS dos leitores