Jornalistas da EBC entram em greve após assembleia

Empresa responsável por TV Brasil, TV Brasil Internacional, Agência Brasil, Portal EBC, Radioagência Nacional e oito emissoras de rádio quer cortar benefícios e congelar salários

por Wagner Silva ter, 14/11/2017 - 14:19

Funcionários da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) cruzaram os braços hoje (14) para protestar contra o congelamento de salários proposto pela empresa para os jornalistas e radialistas. A empresa já havia firmado um acordo com os funcionários e também sugeriu modificações, para retirada de benefícios e direitos garantidos pelo documento. Por conta disso, uma assembleia realizada pelos empregados das filiais de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo decidiu pela greve.

Conforme informações do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal, a estima-se que 70% do efetivo tenha aderido à greve. Pelas contas do coordenador geral do sindicato, Gésio Passos, os trabalhadores acumulam perda de 3,5% nos salários nos últimos dois anos. A proposta do sindicato é de que a empresa reajuste em 4% os salários, para suprir as perdas provocadas pela inflação do período. A direção da EBC já declarou que não irá reajustar salários nem benefícios.

“A proposta da EBC é congelar salários e benefícios. Além disso, está cortando os dois tickets extras e o vale cultura. Isso dá um prejuízo de quase três mil reais no ano. A alegação da empresa é a necessidade de cortes imposta pelo Governo”, diz Passos. A EBC ainda não se pronunciou sobre o caso.

Tags:

COMENTÁRIOS dos leitores