No louvor à Santa, o som que vem do coração

Parada da procissão do Traslado no prédio da Unama Ananindeua, na rodovia BR-316, é marcada por muita emoção. Devotos cantam para homenagear Nossa Senhora de Nazaré.

sex, 06/10/2017 - 15:02

A música é um das principais formas de homenagear Nossa Senhora de Nazaré. No Traslado de 2017, não poderia ser diferente. A Unama (Universidade da Amazônia) recebeu nesta sexta feira (6) a visita de Nossa Senhora. E para homenageá-la convido uma banda para cantar em sua devoção.

Diego Souza, guarda de Nazaré há nove anos, cita uma frase de Santo Agostinho para expressar a força emotiva da música: quando cantamos, rezamos duas vezes. “A música é importante para que nós possamos ter essa intimidade, na nossa oração, no nosso pedido, nas nossas promessas”, disse o guarda.

É a fé que mantém a tradição de seguir a Santa todos os anos, para Fabio Pimentel, também da Guarda de Nazaré. “Eu tenho muito amor a Nossa Senhora, sempre tive, minha família inteira é católica. Meu pai faz parte da Guarda de Nazaré há muitos anos”, diz Fabio. Ele conta que se sente muito feliz em participar e elogia o trabalho da banda que tocou na Unama Ananindeua.

O canto de louvor arrebata os corações. Não apenas para as pessoas que acompanham a procissão, mas para aqueles que se dedicam a trabalhar por Maria, ano após anos. Como Mariane Souza, que há dois anos canta no Círio. “Fui convidada pelo Junior, que é um dos encarregados de convidar para participar da banda, e é uma honra estar aqui, para homenagear Nossa Senhora de Nazaré. Me sinto grata por estar cantando, onde eu deposito toda a minha fé”, afirmou a cantora.

delson Junior fala que foi o padre de sua paróquia que o convidou para participar do evento, e ele está em seu terceiro ano tocando. “É uma alegria poder servir a Deus, na figura de Nossa Senhora, poder estar dando essa contribuição através da evangelização pela música”, comenta Adelson.

Por Bruna Oliveira e Kalylle Ramos.

COMENTÁRIOS dos leitores