Entra Apulso: perícia trabalha na identificação dos corpos

Rivalidade entre facções criminosas é a versão sobre a qual a polícia se debruça nestes primeiros momentos da investigação

seg, 18/09/2017 - 09:49
Naiane Nascimento/LeiaJáImagens Delegado Francisco Océlio cedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira Naiane Nascimento/LeiaJáImagens

O violento crime da noite de ontem (17) na comunidade Entra Apulso mobiliza as forças de segurança pública. Nesta segunda-feira (18), o delegado Francisco Océlio, responsável pelo caso, revelou os primeiros passos da polícia na investigação do episódio. 

"A motivação (das mortes) tem relação ao tráfico de drogas, entre membros da comunidade Entra Apulso e outra da região. O delegado que foi ontem ao local já tem várias informações já repassadas à 3ª Delegacia de Homicídios. Ainda vamos robustecer essa investigação com equipes do Denarc (Departamento de Narcotráfico) e Delegacia de Boa Viagem", informou Océlio.

Até o momento, há uma identificação preliminar das vítimas, mas os exames papiloscópicos são aguardados. Não houve contato de familiares dos mortos. Em relação aos suspeitos, a polícia também já tem indicativo de nomes.

Quatro acusados teriam ido até a comunidade Entra Apulso, em Boa Viagem, e assassinado duas pessoas. No vídeo filmado por moradores lociais, é possível ver que os criminosos atearam fogo com as vítimas ainda dentro do carro. A polícia investiga se estas já estavam mortas no momento que o carro é incendiado. 

Com informações de Naiane Nascimento

COMENTÁRIOS dos leitores