Vulcão 'engole' e mata família italiana durante férias

Menino de 11 anos ultrapassou a zona de segurança, desmaiou com os gases do vulcão e acabou caindo em buraco

por Naiane Nascimento qua, 13/09/2017 - 08:20
Pixabay Pixabay

As férias de uma família italiana de Turim com visita à uma cratera do vulcão Pozzuoli, perto de Nápoles, no mesmo país, acabou em tragédia. De acordo com a imprensa europeia, o menino de 11 anos ultrapassou a zona de segurança, desmaiou com os gases do vulcão e acabou caindo em um buraco de três metros.

Os pais tentaram salvar o garoto, quando a cratera entrou em colapso e "engoliu" os dois. Somente o filho mais novo, de sete anos, se salvou, pois saiu correndo do local para buscar socorro. 

O menino foi até um bar nos arredores e, chorando, explicou que seus pais e seu irmão haviam sido tragados pelo buraco. O dono do estabelecimento, Armando Guerreiro, explicou que em 40 anos de atuação no local, nunca tinha visto algo semelhante. 

A família que vivia em Veneza foi visitar Campi Flegri, a oeste de Nápoles, onde estão localizados quarenta vulcões. Seus corpos foram resgatados pelos bombeiros e, de acordo com o porta-voz, a teoria é de que houve alguma pequena explosão ou o chão entrou em colapso e cedeu. A causa da morte dos três foi asfixia pelos gases do vulcão.

 

COMENTÁRIOS dos leitores