Alívio com Coreia do Norte impulsiona bolsas da Ásia

Em Tóquio, o Nikkei liderou hoje os ganhos na Ásia

seg, 11/09/2017 - 07:07

As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam em alta nesta segunda-feira, à medida que o sentimento dos investidores na região melhorou após um fim de semana tranquilo na Coreia do Norte.

Ao contrário do que se esperava, a Coreia do Norte não lançou um novo míssil balístico no sábado (09), quando o país comemorou o aniversário de sua fundação. No ano passado, Pyongyang havia aproveitado a data para realizar um teste nuclear.

Também contribuiu para o maior apetite por risco o fato de que o furacão Irma perdeu força e foi rebaixado para a categoria 1, após atingir ontem o Estado americano da Flórida.

Em Tóquio, o Nikkei liderou hoje os ganhos na Ásia, terminando o pregão com alta de 1,41% - a maior em três meses -, a 19.545,77 pontos. O índice japonês foi ajudado pelo câmbio, uma vez que o iene voltou a se enfraquecer frente ao dólar, diante da diminuição das incertezas.

Na China continental, o Xangai Composto subiu 0,33%, a 3.376,42 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,80%, a 1.991,73 pontos. Já em Hong Kong, o Hang Seng teve valorização de 1,04%, a 27.955,13 pontos. Ações de fabricantes de carros elétricos se destacaram nesses mercados, em meio a sugestões de que Pequim poderá lançar um plano para gradualmente retirar veículos mais poluentes, movidos a gasolina ou diesel, de circulação: a BYD subiu 4,5% em Hong Kong e a Wanxiang saltou 6,2% em Shenzhen.

Além disso, o Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês) decidiu que, a partir de hoje, bancos locais não precisarão mais fazer um depósito de 20% sobre contratos cambiais a prazo, que são equivalentes a apostas no enfraquecimento da moeda chinesa, o yuan. A medida havia sido adotada há dois anos, quando o yuan mostrava forte tendência de desvalorização. Neste ano, o dólar já caiu cerca de 7% em relação ao yuan.

Em outras partes da região asiática, o sul-coreano Kospi subiu 0,66% em Seul, a 2.359,08 pontos, e o filipino PSEi registrou alta de 0,33% em Manila, a 8.049,31 pontos. Exceção no dia de ganhos, o Taiex caiu 0,36% em Taiwan, a 10.572,16 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana seguiu o tom positivo da Ásia e o índice S&P/ASX 200 avançou 0,71% em Sydney, a 5.713,10 pontos, atingindo o maior patamar em dez dias. Com informações da Dow Jones Newswires.

COMENTÁRIOS dos leitores