Recife Monte Hotel fecha as portas nesta quarta-feira (19)

Hotel era famoso na década de 70 por receber personalidades que visitavam Pernambuco

seg, 17/07/2017 - 18:06
Reprodução A rede emitirá um comunicado oficial sobre o fechamento Reprodução

Na década de 70, o Recife Monte Hotel, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife, era a referência para receber personalidades de todo o mundo que vinham para Pernambuco. Na próxima quarta-feira (19), a unidade hoteleira fechará as portas. 

A informação foi confirmada pela própria equipe do hotel, que não quis dar mais detalhes. Na quarta-feira, o advogado da rede deve emitir um comunicado anunciando oficialmente o fechamento do hotel. 

De acordo com o diretor da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Pernambuco (ABIH-PE), Carlos Maurício, o fechamento do histórico hotel pode estar relacionado com uma situação de crise vivido pela rede hoteleira de modo geral. ”É a situação econômica do país e de Pernambuco. Isso causou com que 80% dos hóspedes do Recife eram de turismo de negócio, não turismo de lazer”, comenta.

“Além disso’, ele continua, ‘houve o surgimento de vários novos hotéis e flats, o que aumentou a oferta de leitos, mas diminuiu a demanda de hóspedes”.  Carlos Maurício conta que os hoteleiros estão fazendo grande esforço para que não aconteça o mesmo em seus hotéis. O fato do Recife Monte Hotel ser antigo, pode ter influenciado, já que sua manutenção tende a ser mais custosa.

O Monte Hotel era o último de seu proprietário, Gustavo Monte Dubeux. Ele chegou a ter outros estabelecimentos entre as décadas de 60, 70, 80, dos quais se desfez quando o turismo do centro do Recife passou a cair.

Carlos Maurício tem cautela ao falar o que poderia ter evitado o fechamento do empreendimento. “Temos que ter cautela ao falar o que é responsabilidade do governo e da iniciativa privada. Na mesma hora que o governador tem que decidir se vai incentivar a área de educação, saúde, segurança ou turismo, qual ele vai decidir, não é?”, questiona. A ABIH procura fazer uma ação comercial de divulgação do turismo em todas as capitais do Nordeste em agosto deste ano. 

Homicídio culposo – A última vez que o Recife Monte Hotel apareceu com destaque na mídia foi de forma muito negativa – e pode também ter pesado em seu fechamento. Em janeiro de 2017, a Polícia Civil indiciou Luciano Dubeux do Monte e o gerente Lino Maurício Ferreira de Medeiros por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, pela morte de duas pessoas na piscina do hotel em março de 2016.

O delegado à frente do caso, Carlos Couto, concluiu que havia irregularidades no projeto da piscina. Os peritos constataram que a piscina não tinha os padrões especificados pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). 

COMENTÁRIOS dos leitores