Oitava maravilha do mundo é reencontrada na Nova Zelândia

O local está coberto por cinzas do Monte Tarawera desde 1886

por Caroline Nunes seg, 19/06/2017 - 14:56

Pesquisadores da Nova Zelândia podem ter descoberto a localização da oitava maravilha do mundo, os Terraços Brancos e Rosas do lago Rotomahana. Apesar da fama do local, o governo do país não mantinha estudos sobre os Terraços e não havia registro exato de sua latitude e longitude.

Os pesquisadores autônomos Rex Bunn e Sascha Nolden resolveram utilizar a descrição produzida em 1884 pelo geólogo austríaco Ferdinand Von Hochstetter, importante estudioso sobre o tema. "Nossa pesquisa baseou-se nessa única análise feita nessa parte da Nova Zelândia e estamos confiantes de que a cartografia é sólida", explicou Bunn.

A dupla acredita que os terraços estão soterrados embaixo de uma camada de cinzas e lama, de 10 a 15 metros abaixo da superfície. O próximo passo dos pesquisadores será a realização de uma escavação apropriada no local. Uma equipe já está sendo reunida pelos dois geólogos.

Os Terraços são plataformas localizadas às margens opostas do lago Rotomahana, cerca de 10 quilômetros de distância do Monte Tarawera e são as duas maiores formações de areia solidificada do mundo. De um lado rosa e do outro branco, as plataformas formam uma escada entre as piscinas naturais de água quente.

COMENTÁRIOS dos leitores