Veterano da Marinha é acusado por atropelamento nos EUA

Richard Rojas, de 26 anos e oriundo do Bronx, foi preso no local e posteriormente acusado de homicídio em segundo grau, 20 acusações de tentativa de homicídio e cinco por homicídio qualificado

sex, 19/05/2017 - 10:54
Jewel SAMAD O veterano da Marinha dos Estados Unidos que atropelou nesta quinta-feira pedestres na Times Square, matando uma mulher e ferindo outras 22 pessoas, foi acusado de homicídio e tentativas de homicídio Jewel SAMAD

O veterano da Marinha dos Estados Unidos que atropelou nesta quinta-feira (18) pedestres na Times Square, matando uma mulher e ferindo outras 22 pessoas, foi acusado de homicídio e tentativas de homicídio, informou a polícia de Nova York nesta sexta-feira (19).

O incidente ocorrido na quinta-feira provocou medo na capital financeira dos Estados Unidos após os ataques mortais com carros em Londres, Berlim e na cidade francesa de Nice, mas as autoridades disseram que não havia provas de que esse incidente estava relacionado com o terrorismo.

Richard Rojas, de 26 anos e oriundo do Bronx, foi preso no local e posteriormente acusado de homicídio em segundo grau, 20 acusações de tentativa de homicídio e cinco por homicídio qualificado, informou a polícia.

A mulher morta foi identificada como Alyssa Elsman, de 18 anos e nativa de Portage, Michigan. Sua irmã de 13 anos está entre os feridos. Quatro feridos permanecem em estado crítico, segundo as autoridades.

Rojas atropelou os pedestres com seu Honda Accord ao subir a calçada por três quadras em alta velocidade antes de bater em um poste de metal.

Ele havia sido preso por dirigir embriagado em 2008 e 2015, e detido no início deste mês sob a acusação de ameaça, informou a polícia. Após sua prisão na quinta-feira foi submetido a um teste de drogas e álcool.

A Marinha informou que o acusado serviu de 2011 a 2014. Foi condecorado com a Medalha do Serviço de Defesa Nacional, e esteve estacionado na Flórida, Illinois e Carolina do Sul.

COMENTÁRIOS dos leitores