Nacional Ceará Paraíba Pará Pernambuco São Paulo

Anvisa interdita lote de paçoca por item cancerígeno

Um dos lotes da paçoca da marca Dicel excedeu o limite do teor de aflatoxinas, que são tóxicas e cancerígenas

por Jorge Cosme seg, 20/03/2017 - 19:41
Wikimedia Commons Interdição vale para todo território nacional Wikimedia Commons

Nesta segunda-feira (20), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interditou um lote de paçoca rolha da marca Dicel, com sede em Goiás. O lote 0027 excedeu o limite do teor de aflatoxinas, substâncias que são tóxicas e cancerígenas.

Segundo o relatório do Laboratório de Análise Micotoxicológicas (LAMIC – Santa Maria-RS) foi detectado teores de aflatoxinas acima do limite máximo tolerado para amendoim com casca, descascado, cru ou tostado, pasta de amendoim ou manteiga de amendoim.

A interdição cautelar vale para todo o território nacional e se aplica ao lote 0027, distribuído pela Indústria e Logística Wethonklauss Consytante Ltda com data de fabricação 18/11/2016 e data de validade 18/11/2017. 

Palmito – Também nesta segunda-feira (20), a Anvisa vetou a distribuição e comercialização do lote 0001700 do produto Palmito Picado da marca Mega Sabor. O alimento fabricado por Natural Sabor Alimentos Ltda foi reprovado na análise técnica de rotulagem, teste de incubação e determinação potenciométrica. A agência determinou que a empresa promova o recolhimento do estoque do lote em questão. 

COMENTÁRIOS dos leitores