75,6% dos usuários têm medo de andar de ônibus na RMR

Sensação de insegurança é permanente em quase todos os passageiros do transporte público

por Jorge Cosme sab, 18/03/2017 - 12:00
Paulo Uchôa/LeiaJáImagens Paulo Uchôa/LeiaJáImagens

No meio de fevereiro, na Avenida Sul, no Recife, um ônibus que faz a linha 243 - Vila Dois Carneiros foi assaltado. Uma numerosa quadrilha anunciou o crime e recolheu os pertences dos passageiros. Eles exigiram que todos se deitassem. Na confusão, a avó da estudante Quézia Silva chegou a cair por cima da neta.

Quézia, moradora de Socorro, em Jaboatão dos Guararapes, mudou um pouco sua rotina desde então. Não queria mais sair de casa, não queria mais ir à escola e se recusava a utilizar ônibus novamente.  

A estudante Amanda Rocha, de 22 anos, foi assaltada duas vezes em ruas do Recife. Ela ficou tão assustada que decidiu, entre outras coisas, parar de andar de ônibus. Há dois anos ela não usa mais o transporte público, deslocando-se de Uber ou carona.

As duas jovens são pequenos exemplos de uma realidade pernambucana: o medo de andar de ônibus. Um estudo do Instituto de Pesquisas UNISSAU apontou que 75,6% das pessoas que frequentemente andam de ônibus têm medo de utilizar o transporte público.

Embed:

O mesmo levantamento indica que 32,7% dessas pessoas já foram assaltadas em um ônibus e 45% delas já presenciaram o crime no coletivo em que estavam. Ainda, 28% já foram roubados nas paradas de ônibus.

A situação é crítica a tal ponto que não há necessariamente um horário para que as pessoas se sintam amedrontadas. Ao todo 62,1% dos frequentes usuários pensam que qualquer período dá medo. Outros 31,1% opinaram que o turno da noite é o mais inseguro.

Metrô - Os resultados supracitados não resumem uma opinião sobre o transporte público como um todo. A situação do metrô, por exemplo, é mais amena apesar de continuar preocupante. 

No total, 56,3% dos usuários do metrô disseram ter medo de utilizar o sistema. Uma diferença de mais de 19% em relação aos ônibus. A pesquisa também registrou que 9,4% dos pesquisados já foram assaltados dentro do metrô e 6,2%, nas estações.  

LeiaJá também

--> Quase 70% apontam serviço de ônibus como ruim ou péssimo

--> Para mais de 96% dos usuários, tarifa de ônibus é injusta

--> Metrô tem melhor avaliação que ônibus, mas deixa a desejar

--> Usuários de ônibus e metrô reprovam gestão de Paulo Câmara

--> Governador é responsabilizado por insegurança nos ônibus

COMENTÁRIOS dos leitores