Vídeo: pastora quebra imagem de santa e causa revolta

O Conselho dos Pastores do município pediu perdão pelo ocorrido

qua, 11/01/2017 - 17:52

Um vídeo que circula nas redes sociais tem causado a revolta dos internautas. As imagens mostram uma suposta pastora identificada como Zélia Ribeiro quebrando imagens de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil para os católicos.

O caso aconteceu em Botucatu, no interior de São Paulo. O internauta responsável pela publicação apagou o vídeo pouco depois da repercussão negativa, o que não impediu que as imagens se espalhassem.

O vídeo exibe uma cerimônia que seria da Igreja Aliança com Deus/Ministério Bariri. A suposta pastora quebra imagens de Nossa Senhora Aparecida enquanto pessoas ao redor oram e celebram o feito.

“A gente não aceita outro Deus a não ser o Senhor”, diz a mulher em determinado momento. “Essas obras que foram feitas pelas mãos do inimigo agora estão sendo quebradas”, fala um homem. 

O Conselho dos Pastores de Botucatu já se manifestou dizendo ter sido um fato isolado, pedindo perdão aos católicos e reforçando não apoiar prática de intolerância religiosa. 

O ecônomo da catedral da Arquidiocese de Botucatu, padre Emerson Anizi, se disse surpreso com a manifestação de agressividade. “Nós sempre tivemos um bom diálogo com o conselho de pastores de denominações evangélicas. Acredito que foi uma atitude isolada de um fundamentalismo grosseiro”, comentou.

A pastora não foi localizada e os obreiros da igreja não quiseram se manifestar. O Código Penal brasileiro tipifica como crime “vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso”, com a pena de detenção de um mês a um ano ou multa. 

Com informações da Agência Estado

COMENTÁRIOS dos leitores