Rodoviários de Salvador decretam greve na próxima 4ª

Ministério Público do Trabalho vai tentar mediar uma nova negociação entre rodoviários e empresários nesta sexta (18)

por Rose Vitório | qui, 17/05/2012 - 18:06
Compartilhar:

 

Em assembleia realizada nesta quinta-feira (17), das 9h às 15h, entre os integrantes dos rodoviários de Salvador, foi decretada a greve pela categoria, marcada para o próximo dia 23 (quarta-feira), à meia noite. O sindicato dos rodoviários da Bahia e os empresários do setor de transportes públicos de Salvador vêm se reunindo desde o início do mês de maio realizando rodadas de negociações, mas até o momento não houve avanços significativos.

Entre as reivindicações dos rodoviários está um reajuste salarial de 13,80% - que corresponde à inflação do período calculada pelo DIEESE (5,37%) mais 8% de ganho real, quinquênio - assim como o fim da terceirização do serviço e a redução da jornada de trabalho de sete para seis horas. Porém, das 11 rodadas de negociações, nenhuma das reivindicações da categoria foi atendida pelo patronato, segundo Francisco Costa, diretor de imprensa do Sindicato dos Rodoviários (Sintroba).

O Ministério Público do Trabalho (MPT) convocou para sexta-feira (18), às 9h, na sede do órgão (avenida Sete de Setembro, nº 308, Corredor da Vitória), uma reunião de mediação entre o sindicato dos rodoviários da Bahia e os empresários do setor de transportes públicos de Salvador, para tentar negociar um acordo entre as partes. Para evitar um impasse, o MPT vai conversar com as partes e buscar uma solução. O procurador do Trabalho Pedro Lino de Carvalho Júnior irá conduzir a reunião de mediação.

Ainda de acordo com Francisco Costa, após o encontro com o MPT, a categoria vai se reunir para analisar propostas feitas durante esta nova negociação, em uma nova assembleia no dia 22 de maio, às 9h. Esta reunião será decisiva pois, na última rodada de negociações entre patrões e empregados, realizada na última terça-feira (15), não se chegou a um denominador comum e as negociações já indicam sinais de estagnação.

Greve também no interior - Francisco Costa também alertou que "os outros sindicatos de rodoviários estão filiados ao nosso, e essa espécie de decisão acontece em cadeia. No momento em que o movimento em Salvador decide entrar em greve, os rodoviários em outras cidades baianas são orientados a seguir a mesma determinação", disse o diretor de imprensa do Sintroba, em entrevista local.

| | | Link:
Compartilhar: