Em clássico movimentado, United e Arsenal empatam

Jogo foi disputado no Old Trafford

qua, 05/12/2018 - 19:20

Manchester United e Arsenal empataram por 2 a 2 em um movimentado clássico nesta quarta-feira, em Old Trafford, pela 15.ª rodada do Campeonato Inglês. O resultado não foi dos melhores para ambos os lados, já que manteve a crise sobre os comandados de José Mourinho e deixou o time londrino fora da zona de classificação para a próxima Liga dos Campeões.

O Arsenal subiu para 31 pontos, mas foi ultrapassado pelo rival Tottenham, que fez 3 a 1 no Southampton em casa, com gols de Harry Kane, Lucas e Son Heung-min. Por isso, caiu para a quinta colocação. Já o Manchester foi a 23 pontos, apenas na oitava colocação, distante da zona de classificação para os torneios europeus.

Em baixa após as três partidas sem vitória no Inglês, Mourinho mexeu na equipe e deixou Lukaku e Pogba no banco. Pouco adiantou, porque o embalado Arsenal, que não perde na temporada desde 18 de agosto, foi quem começou melhor e assustou primeiro, com Bellerín.

Aos 25 minutos, o time visitante abriu o placar, aproveitando-se da falha de um dos jogadores mais seguros do Manchester. Após escanteio da esquerda, Mustafi cabeceou e De Gea, ao tentar agarrar, espalmou a bola para dentro do gol. Herrera ainda afastou, mas ela já havia ultrapassado a linha.

O prejuízo só não foi maior porque os donos da casa empataram cinco minutos depois, em lance irregular. Rojo cobrou falta, Leno espalmou e Herrera, impedido, colocou a bola para o meio da área. A defesa não conseguiu cortar e Martial finalizou.

Os gols deixaram a partida mais pegada, repleta de entradas mais duras. Na volta para o segundo tempo, o Manchester até melhorou, mas bastou uma nova falha para permitir ao Arsenal voltar à frente. Rojo errou na saída de bola e entregou para Mkhitaryan, que tabelou com Lacazette e deixou o francês de frente para o gol para marcar, aos 22 minutos.

A reposta do Manchester, desta vez, foi ainda mais rápida. Já na saída de bola, Matic chutou para frente, Lukaku, que havia entrado há pouco tempo, tentou o giro sobre a marcação e Kolasinac, na tentativa de cortar, acabou ajeitando para Lingard, que tirou de Leno para marcar.

A partir daí, o Arsenal tomou conta das ações ofensivas, mas parou em De Gea, que se redimiu do primeiro gol sofrido. Aos 29, ele impediu que Aubameyang balançasse a rede. E já aos 45, após ótima jogada londrina pela direita, voou para espalmar o chute forte de Torreira.

As duas equipes agora voltam a campo neste sábado. O Manchester United tentará encerrar a sequência negativa diante do lanterna Fulham, em casa, enquanto o Arsenal busca ampliar a invencibilidade no Inglês para 14 partidas contra o Huddersfield, em Londres.

COMENTÁRIOS dos leitores