Cuca deixa Santos com saldo positivo e deseja sorte

Em sua última entrevista coletiva, citou o nervosismo do jogo diante do desesperado rival e embora não esteja no clube no próximo ano, revelou que espera que ele faça um boa temporada

seg, 03/12/2018 - 07:53
Rafael Bandeira/LeiaJáImagens Rafael Bandeira/LeiaJáImagens

O técnico Cuca se despediu do comando do Santos com derrota na 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (2), o time perdeu para o Sport por 2 a 1, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife. Em sua última entrevista coletiva, citou o nervosismo do jogo diante do desesperado rival e embora não esteja no clube no próximo ano, revelou que espera que ele faça um boa temporada.

"O campeonato guardou emoções na parte de baixo para a última rodada. O Sport esperou até o último momento no fechamento da rodada. Nós fizemos um jogo muito bom no primeiro tempo, com posse de bola e movimentação, mas perdemos a chance de jogar um pouco mais. O adversário fez três trocas aos 10 minutos, veio para o abafa e conseguiu fazer o gol no fim, depois fez o segundo em bola parada e ainda diminuímos. Não foi o resultado esperado, mas agora torço para o Santos se preparar e fazer um 2019 melhor".

Cuca classificou a sua passagem no Santos como "positiva". "Chegar na última rodada como hoje (domingo)... É positivo. Se tivéssemos hoje como Fluminense, Chapecoense e Sport, é difícil. Dois anos, um para lutar e outro para voltar em uma partida. Em geral, foi um trabalho bom e desejo toda sorte a quem vier no meu lugar", completou o treinador.

Quando chegou ao Santos, Cuca assumiu um grupo que lutava contra o rebaixamento no Brasileirão. Por conta de problemas de saúde no coração, o técnico deixa o Santos após 27 jogos, sendo 10 vitórias, nove empates e oito derrotas e a conquista da vaga na Copa Sul-Americana do ano que vem.

Já o meia Rodrygo, autor do gol santista, falou sobre a partida e fez um balanço do ano do Santos em entrevista ao SporTV. "Nosso primeiro objetivo era não cair. Com a chegada do Cuca demos uma arrancada, nos livramos da zona e afastamos esse fantasma. Ficamos felizes por deixar o Santos, mais uma vez, na Série A".

COMENTÁRIOS dos leitores