Após abandonos, Alonso diz que McLaren deu passo para trás

Perto de deixar a Fórmula 1, o piloto parece não conseguir quebrar a rotina de dificuldades e problemas

ter, 04/09/2018 - 14:29
Andrej ISAKOVIC / AFP Andrej ISAKOVIC / AFP

Perto de deixar a Fórmula 1, o piloto Fernando Alonso parece não conseguir quebrar a rotina de dificuldades e problemas na McLaren. Em sua melhor temporada pela equipe inglesa, desde o seu retorno em 2015, o espanhol vinha somando bons pontos no campeonato. Mas os abandonos recentes, nas duas últimas provas da temporada, fizeram Alonso voltar a criticar a equipe.

Na sua avaliação, a McLaren "deu um passo para trás" em sua evolução ao longo de 2018. Foi por essa razão, diz o piloto, que ele precisou abandonar os GPs da Bélgica e da Itália, disputado no fim de semana.

"É uma pena porque algumas vezes estávamos na zona de pontos, como aconteceu em Monza. A confiabilidade da equipe parece que deu um passo para trás. Com certeza precisamos evoluir neste aspecto para as corridas restantes da temporada", diz Alonso. "Eu tive seis abandonos neste ano, a maioria por problemas mecânicos."

O espanhol lamenta ainda que provavelmente terá que trocar de motor fora de hora em alguma das próximas etapas, o que vai gerar punição no grid de largada. "Estamos passando por um momento de azar. Em Spa [Bélgica], fomos atingidos na largada, na Itália tivemos um problema com o carro nas primeiras voltas. Mas a verdade é que nestes dois circuitos cogitamos a possibilidade de trocar o motor."

Alonso avalia que a decisão de não trocar a unidade de potência em Monza foi a melhor. "Estávamos na zona de pontuação após cinco ou seis voltas. Então foi uma boa decisão não trocar o motor. Mas a troca será necessária daqui um ou duas corridas", projetou Alonso.

O bicampeão mundial anunciou na metade do mês passado que iria deixar a Fórmula 1 no fim da atual temporada. Ele ainda não divulgou qual será o seu destino, mas uma possibilidade é competir na Fórmula Indy.

COMENTÁRIOS dos leitores