Atlético-MG busca vaga na Copa do Brasil em Chapecó

Ao deixar a Copa Sul-Americana em segundo plano, o Atlético-MG decidiu focar na briga pelas primeiras posições do Campeonato Brasileiro e no sonho de vencer a Copa do Brasil

qua, 16/05/2018 - 08:02

Embalado pela vitória sobre o Atlético Paranaense no último final de semana, o Atlético Mineiro entra em campo nesta quarta-feira (16), às 19h30, para enfrentar a Chapecoense na Arena Condá, em Chapecó (SC), com a intenção de dar mais um passo no objetivo de chegar ao período de pausa das competições em função da Copa do Mundo com as metas da temporada de 2018 intactas.

Ao deixar a Copa Sul-Americana em segundo plano, o Atlético-MG decidiu focar na briga pelas primeiras posições do Campeonato Brasileiro e no sonho de vencer a Copa do Brasil. E para que a segunda meta se mantenha intacta, terá que superar a Chapecoense, avançando às quartas de final, pois o duelo de ida, em Belo Horizonte, terminou empatado em 0 a 0.

Em terceiro lugar no Brasileirão e com a mesma pontuação dos líderes Flamengo e Corinthians, o Atlético-MG agora tentará superar a Chapecoense como visitante. O time sufocou o adversário no jogo de ida, mas, diante da retranca rival, não conseguiu marcar gols. Agora, aposta em um cenário diferente ao daquele 0 a 0 no estádio Independência.

O Atlético-MG espera aproveitar os espaços que a Chapecoense precisará deixar para conquistar a vitória. E a estratégia armada pelo técnico Thiago Larghi passa por pressionar a saída de bola do oponente, o deixando desconfortável, além de ser letal nos contra-ataques.

O treinador não possui desfalques, fazendo mistério e não revelando a escalação da equipe para o duelo contra a Chapecoense. E há duas grandes dúvidas. Na zaga, o parceiro de Gabriel pode ser Bremer, escalado diante do Atlético-PR, ou Leonardo Silva, que pode voltar ao time. Já Cazares pode conquistar a titularidade após entrar bem no confronto do último final de semana, ameaçando a vaga de Otero.

Assim, o Atlético-MG deverá entrar em campo com a seguinte formação: Victor; Patric, Bremer (Leonardo Silva), Gabriel e Fábio Santos; Adilson; Otero (Cazares), Gustavo Blanco, Luan e Róger Guedes; Ricardo Oliveira.

"A gente vem de uma vitória e eles também, então, sabemos que vai ser um jogo de casa cheia. A Chapecoense também procura sua classificação. Acho que eles virão com a mesma proposta do primeiro jogo, com o time praticamente todo atrás. Então, temos que saber atacar no momento certo para não sofrer contra-ataques e levar gol", afirmou Roger Guedes, autor de cinco gols nos últimos seis jogos.

Assim como o Atlético-MG, a Chapecoense também vem de vitória no último final de semana, pois superou o Flamengo por 3 a 2, na Arena Condá, pelo Brasileirão. O triunfo devolveu a confiança ao time, que ainda não havia triunfado no torneio nacional, mas derrotou exatamente o seu líder, encerrando um jejum de quatro rodadas.

A Chapecoense terá o retorno do centroavante Wellington Paulista, que estava suspenso no final de semana. E o técnico Gilson Kleina pediu um time concentrado para buscar a classificação - o vencedor avança e o empate leva a definição do confronto para os pênaltis.

"Temos 90 minutos para construir a classificação. Vamos ter que jogar, mas não nos jogando de qualquer maneira. O treinador deles disse que vamos ter que sair, mas vamos sair de forma inteligente", avisou o treinador da Chapecoense.

COMENTÁRIOS dos leitores