Com raça, mas sem futebol, Náutico leva 4 dentro de casa

Em jogo de 6 gols e 4 expulsos, Confiança garantiu liderança do grupo e afundou ainda mais o Timbu na lanterna

por Felipe Mendes sab, 05/05/2018 - 22:17
MARLON COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Náutico perdeu para o Confiança em casa MARLON COSTA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O time bem que tentou, mas a raça demonstrada pelo elenco do Náutico na noite deste sábado (5) não foi capaz de levar o time à vitória contra o Confiança na Arena de Pernambuco. Goleado por 4 a 2, o Timbu viu seus torcedores deixarem a arquibancada antes dos 20 minutos do segundo tempo e afundou ainda mais na classificação da Série C. O Confiança, por outro lado, garantiu, com a vitória, a liderança do grupo.

O primeiro tempo foi morno. A primeira chegada com algum perigo foi aos 23 minutos, numa cabeçada defendida pelo goleiro do Dragão, Genivaldo. Mas o lance não foi um bom prenúncio para o Timbu: na jogada seguinte, o Confiança encaixou um contra-ataque fulminante, que pegou a defesa alvirrubra totalmente fragilizada. Após o cruzamento, a bola sobrou redonda para Leo Ceará, que chutou forte e rasteiro para abrir o marcador na Arena de Pernambuco.

O Confiança seguiu dominando, enquanto o Náutico não apresentava nenhuma variação tática que surpreendesse o adversário. Sempre tentando pelos lados, mas deixando seus pontas isolados, sem opção de passe, as únicas chegadas do time alvirrubro eram em bolas paradas. O Timbu saiu para o vestiário sob vaias de torcedores.

No segundo tempo, outro jogo

O Náutico voltou ao segundo tempo com muito mais vontade, mas ainda sem efetividade tática. Com o Confiança mais recuado, o alvirrubro passou a ter mais posse de bola. A mudança de postura deu resultado: aos 6 minutos, Robinho marcou de cabeça, empatando o placar.

Mas o alívio só durou 3 minutos. Depois de uma bela defesa de Bruno e uma bola na trave, Leo Ceará apareceu novamente e deixou seu segundo tento da partida, colocando o Confiança na frente novamente.

O Náutico seguiu pressionando e até bola na trave meteu, mas quem marcou novamente foi o Dragão. Num gol sem querer, Ângelo tentou cruzar e acabou enconbrindo o goleiro alvirrubro. 3 a 1. Com o time pernambucano ainda tentando assimilar o golpe, um novo contra-ataque do time sergipano pegou novamente a defesa desarrumada e decretou a goleada. Confiança 4 x 1.

Com menos de 20 minutos jogados no segundo tempo, torcedores alvirrubros já deixavam a Arena de Pernambuco.

Apesar do placar largo a seu favor, quem pareceu ficar nervoso foi o time do Confiança. Iago foi expulso por agressão. Na sequência, Ângelo recebeu o segundo amarelo e acabou também expulso. O jogo ficou parado por conta da confusão que se seguiu. Após consultar o assistente, o árbitro decidiu expulsar também Lelê, do Náutico, por agressão.

Com um a mais em campo, o Náutico conseguiu diminuir com um belo gol de Robinho. 4 a 2. Numa tentativa atabalhoada de aproveitar um rebote após uma bela defesa de Genivaldo, o zagueiro Breno Calixto entrou para a lista de expulsos da partida.

Nem os 8 minutos de acréscimo foram o suficiente para o lanterna da Série C reverter o placar. Com o resultado, o Náutico segue sem vencer no Brasileiro.

COMENTÁRIOS dos leitores