Roberto Fernandes: ‘quem não faz leva’

Treinador do Náutico lamentou empate diante do Santa Cruz, neste domingo (15)

dom, 15/04/2018 - 22:07
Léo Lemos/Náutico Treinador não escondeu que estava 'profundamente irritado' Léo Lemos/Náutico

Na primeira rodada do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C, Náutico e Santa Cruz ficaram no empate, neste domingo (15), na Arena de Pernambuco. A frente do placar até os 37 minutos do segundo tempo, o técnico Roberto Fernandes lamentou o resultado.

“Quem não faz leva. Não vou tirar o mérito do Santa Cruz e do trabalho de Júnior Rocha, não estou desmerecendo. Pelo que produziu, ele mereceu o empate, agora nossa parcela de contribuição foi enorme. Achamos que o jogo estava controlado e veio o castigo. Bem feito”, brincou.

O treinador não escondeu que estava “profundamente irritado” na entrevista após a partida e afirmou que a postura defensiva adotada na segunda metade da etapa final não foi recomendação dele.

“O recuo excessivo, nunca foi uma ordem. Todas as minhas alterações foram para manter a equipe mais a frente ou da forma que vinha atuando. Tivemos chances de contra ataque e não fizemos. E em um (contra ataque) veio a cereja do bolo, perde o gol, o Santa vem e empata”, reclamou.



COMENTÁRIOS dos leitores