'André nunca saiu do elenco', conta Nelsinho Baptista

Atacante rubro-negro surge como opção para o clássico contra o Santa Cruz

por Renato Torres ter, 13/03/2018 - 16:50
LeiaJáImagens/Arquivo Última partida de André pelo Sport foi ainda em fevereiro, contra o Central LeiaJáImagens/Arquivo

Mesmo sem contar quem vai para campo, o técnico Nelsinho Baptista afirma que o time já está escalado para enfrentar o Santa Cruz nesta quarta-feira (14), pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano. Dá para esperar um jogo difícil, afinal, o próprio comandante rubro-negro fez questão de enaltecer o adversário.

"Não tenho dúvidas. A equipe vem evoluindo e o que foi feito nos treinamentos foi com convicção. Não adiantaremos o time, mas está definido. Por si só, o clássico já é empolgante. Tivemos um primeiro tempo muito bom no último jogo, os dois times esquentaram, deram ritmo. Não dá para esperar diferente. Essa fórmula diferente, tudo em 90 minutos, deve motivar mais disso. O Santa deve ser um time atento, como eles foram na última partida", esplanou.

Uma novidade que pode surgir como opção no banco de reservas é o atacante André. Em negociação com o Grêmio, o camisa 90 não entra em campo desde o início de fevereiro e o presidente do clube afirmou que o mesmo não seria relacionado enquanto acertava sua situação. Recuperado de uma lesão no joelho, ele já voltou aos treinos e o treinador não descarta utilizá-lo.

"O André nunca saiu do elenco. Após esse episódio, estava com um problema no joelho e fez a recuperação, depois transição. Começou a treinar comigo no sábado. É um jogador que ainda contamos com ele para o Campeonato Pernambucano", contou Nelsinho.

Certo mesmo é contar com o apoio da massa rubro-negra na Ilha do Retiro. No primeiro jogo mais de 13 mil pessoas estiveram presentes. Valendo uma vaga na semifinal, sem jogo da volta, é esperado um público ainda melhor. Ainda que o técnico não veja uma vantagem das grandes para o Sport.

"As as duas equipes entram com 50% para levar o jogo. O que aumenta essa porcentagem é o trabalho, a atenção e definir as chances criadas. Acho que jogar na Ilha já é um fator muito positivo para o time desde que a gente jogue com a atenção, imponha nosso ritmo e finalize melhor", disse Baptista.

LeiaJá também

---> Ilha terá oito catracas para a torcida visitante no clássico

---> Sport se defende de críticas: 'A Ilha continua segura'

COMENTÁRIOS dos leitores