Russos querem a ajuda do Brasil na segurança da Copa

General Nikolai Patrushev disse que o Brics já se tornou mecanismo fundamental para a cooperação em assuntos de economia e segurança

por Wagner Silva seg, 04/12/2017 - 17:12

A Rússia pediu apoio ao Brasil para elaborar o plano de segurança que será usado na Copa do Mundo do ano que vem. Autoridades russas se reuniram com o presidente Michel Temer para discutir um acordo de cooperação entre os dois países no combate ao terrorismo e inteligência na contenção dos crimes de fronteira. Temas ligados ao Brics, grupo dos países em desenvolvimento do qual o Brasil faz parte, também foram debatidos no encontro.

O conselheiro de segurança da Rússia, Nikolai Patrushev, liderou a comitiva e ouviu do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, general Sérgio Etchegoyen, que os dois países têm muito em comum, devido à extensão de seus territórios. “Não vivemos a angústia de compartilhar fronteiras com nações postas em xeque pelo terrorismo, em contrapartida temos que exercer vigilância constante contra o crime organizado, especialmente o narcotráfico”, afirmou.

A seleção brasileira vai utilizar como base a cidade de Sochi, que abrigou os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 e é um dos principais destinos de férias dos russos no verão. Também abriga uma etapa da Fórmula 1 e tem uma grande infraestrutura turística, o que pode ter motivado a escolha já que a decisão é tomada antes do sorteio.

COMENTÁRIOS dos leitores