Piloto portuguesa passa dois dias presa no deserto

Resgate demorou 14 horas para chegar ao local onde ela se encontrava

por Naiane Nascimento ter, 10/10/2017 - 11:11
Reprodução/Facebook Eles estavam recebendo comida e água por helicóptero Reprodução/Facebook

Durante a terceira etapa do rali de Marrocos, o caminhão da piloto Elisabete Jacinto tombou em meio ao deserto, numa zona de dunas e nenhuma equipe da organização do evento conseguiu chegar para resgatá-la e dois membros da sua equipe. Por conta disso, eles passaram dois dias e duas noites presos no local. 

De acordo com a imprensa europeia, o resgate só aconteceu na manhã desta terça-feira (10), após 14 horas de tentativa de chegada da equipe do evento. Apesar do tempo, todos passavam bem. Por conta do difícil acesso, eles estavam recebendo comida e água por helicóptero. 

COMENTÁRIOS dos leitores