'Aqui no Lacerdão vai ser o caldeirão do Náutico'

Para o treinador Roberto Fernandes, apoio da torcida em Caruaru será fundamental para o Timbu

por Thayná Aguiar qui, 21/09/2017 - 12:37
Chico Peixoto/LeiaJá Imagens Roberto Fernandes destacou a necessidade do Náutico estar atento na partida Chico Peixoto/LeiaJá Imagens

Com a Arena de Pernambuco ocupada por dois eventos religiosos, o Náutico precisou mandar seus jogos em casa para o Estádio José Luiz Lacerda, o Lacerdão, em Caruaru. No próximo sábado (23), o Timbu vai enfrentar o Internacional pela 25ª rodada da Série B, às 16h30, no Agreste do Estado. Para o treinador Roberto Fernandes, o apoio dos torcedores da cidade terá grande importância para o time alvirrubro. 

"O Náutico aqui, historicamente, sempre fez bons jogos, sempre teve bons resultados, sempre teve o apoio da cidade. Não só dos torcedores da cidade, mas da região. E é isso que a gente vai precisar para esses próximos quatro jogos. É aqui no Lacerdão que vai ser o caldeirão do Náutico", disse o treinador. 

Roberto Fernandes destacou a importância do Náutico saber utilizar o seu mando de campo, mesmo jogando longe da Arena. "Espero que a gente possa ser bem feliz aqui, conquistando os resultados que interessa. Já que o Náutico vem de uma série de três vitórias consecutivas em casa. Agora o Lacerdão é a casa. A gente precisa manter essa sequência".

"O principal que a gente tem trabalhado é manter o nosso mando de campo. O Náutico vem de uma sequência de jogos complicados fora de casa. A gente jogou fora de casa contra o América-MG, o Ceará, o Oeste, e o próximo jogo fora de casa é o Paraná, que está no G4. Nós precisamos vencer os jogos em casa, para na hora que encaixar um jogo melhor fora de casa, a gente buscar essa sequência que a gente sabe que vai precisar", explicou Roberto.

Além do zagueiro Breno Calixto, Roberto Fernandes também elogiou a receptividade da cidade e ressaltou a importância dessas 'boas vindas'. "O carinho é importante para os atletas saberem que O Náutico tem 116 anos, é muita tradição, é muito grande. Jogar com a camisa do Náutico é diferente. Tem outras equipes que no momento tem mais estrutura, estão melhores colocadas que a gente, mas que tem muito menos história. É preciso tratar com muita dignidade o momento que veste a camisa e entra em campo".

Sobre o confronto do próximo sábado (23), o treinador alvirrubro falou da necessidade de estar com foco total na partida. "O Inter é uma equipe muito bem dirigida pelo Guto. É uma equipe que está atenta em todos os detalhes. E o futebol gaúcho por natureza é um futebol de muita força. Então se a gente observar as características dos três atacantes que vem jogando no Inter, não tem atacante com a característica mais leve. Todos são de muita força física e bola aérea. Então a gente precisa estar atento a isso".

Quanto à escalação, Roberto Fernandes não deu pistas. "Futebol não é só como começa. Ele é, principalmente, como termina. Mas há sempre uma preocupação muito grande sobre o time que vai começar".

LeiaJá também

--> Ingressos para Náutico x Inter já estão disponíveis 

--> Náutico comemora recepção do povo caruaruense

COMENTÁRIOS dos leitores