Torcedores do Bahia são indiciados por ataque a torcedor

Membros de torcida organizada são acusados de efetuar disparos contra torcedor do Vitória

por Cássia Carolina Macedo ter, 12/09/2017 - 11:36
Reprodução Ataque ocorreu horas antes da partida entre Fluminense e Vitória, em Salvador Reprodução

Seis torcedores do Esporte Clube Bahia foram indiciados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) por tentativa de homicídio. César Bloise Barbosa, Daniel Cruz Alves Júnior, Danilo Barbosa Souza, Edílson da Silva Venâncio, Thiago Rabelo Oliveira e Diego Santos Novaes são membros da torcida organizada Bamor e suspeitos de atirar em ônibus com torcedores do Vitória; uma pessoa ficou ferida.

O ataque aconteceu horas antes do jogo entre Fluminense e Vitória, no último domingo (10), no Barradão, em Salvador. Um homem, que estava usando a camiseta Torcida Uniformizada Imbatíveis (TUI), foi baleado no braço. Após o atentado, policiais militares do Batalhão Especializado de Policiamento em Eventos (Bepe) foram acionados e, ao chegarem ao local, obtiveram relatos de que a agressão teria partido de membros do Bamor.

Após denúncia, policiais seguiram para a sede da torcida, no bairro dos Barris, onde encontraram os suspeitos. No imóvel, ainda apreenderam um revólver calibre 38, que teria sido usado para efetuar os disparos. Os acusados e o presidente da Bamor, Luciano da Silva Venâncio, foram levados para audiencia de custódia na segunda-feira (11). O presidente foi ouvido e liberado ainda ontem.

Os seis torcedores, o projétil retirado do braço da vítima e a arma foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para realizar perícia, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP). De acordo com a delegada responsável, Patrícia Brito, o objetivo é esclarecer quem foi o autor dos disparos, e confirmar se a arma apreendida foi usada na ação. A delegacia aguarda a conclusão dos laudos.

COMENTÁRIOS dos leitores