'Estou envergonhado', dispara Luxemburgo após goleada

Técnico não escondeu suas críticas após a derrota por 5x0 para o Grêmio. Luxa classificou a atuação do elenco como 'pífia'

por Nathan Santos sab, 02/09/2017 - 18:42
Chico Peixoto/LeiaJáImagens/Arquivo . Chico Peixoto/LeiaJáImagens/Arquivo

Não era para menos. A coletiva do técnico Vanderlei Luxemburgo, após a partida diante do Grêmio, foi repleta de críticas. O Leão levou uma goleada de 5x0 e expôs um futebol cheio de falhas, principalmente na defesa. O treinador classificou a atuação dos atletas como “pífia” e ainda declarou que se sente “envergonhado” da postura leonina. 

Duro em seu depoimento, Vanderlei Luxemburgo declarou que a diretoria rubro-negra tem todo direito de tirá-lo do comando da equipe, no entanto, afirmou que essa opção, segundo ele, não é a mais indicada. Para o treinador, parte do elenco é composta pelos mesmos atletas que “quase” rebaixaram o Sport no ano passado. 

“Estou envergonhado. Sem tirar os méritos do Grêmio, mas faltou muita coisa para nós. A vergonha que estou é um sentimento que o torcedor também deve estar. Eu sou um profissional muito experiente e estou acostumado a muitas coisas. A diretoria do Sport tem duas opções: achar que deve trocar o técnico faz parte do futebol e não seria a primeira vez que isso aconteceria no Sport com 80 ou 90% do mesmo elenco que quase foi ano passado para a segunda divisão. Seria o mesmo técnico que caiu com praticamente os mesmos jogadores”, declarou.

“Mas se a diretoria do Sport entender de uma forma diferente, me coloco à disposição da diretoria... Não quero aumento para renovar para o ano que vem, eu ganho bem. Me propus a fazer algo pelo Sport e vou fazer. Os jogadores que tiveram uma atuação pífia hoje não vão ter a oportunidade de passar com o Sport pela zona de rebaixamento. Só vou levar comigo os jogadores que podem não ser bons tecnicamente, mas que vão sofrer, se doar 100%, e que vão fazer alguma coisa”, desabafou Vanderlei Luxemburgo.

Ainda em tom sério e sem poupar as palavras, o treinador disse que expôs as mesmas críticas aos jogadores ainda nos vestiários. “Tenho que justificar os meus sentimentos para os torcedores do Sport”, comentou. “Vou trabalhar como um louco, com minha experiência...”, declarou, prometendo retomar o caminho das vitórias.   

COMENTÁRIOS dos leitores