Pentacampeão Gilberto Silva anuncia aposentadoria

Jogador estava sem atuar há dois anos. Agora, ele pretende ser consultor do internacional

sex, 11/12/2015 - 18:40

Há dois anos sem jogar, o volante Gilberto Silva anunciou nesta sexta-feira (11) sua aposentadoria dos gramados. Com passagens marcantes por Atlético-MG, América-MG e Arsenal, da Inglaterra, o campeão mundial com a seleção brasileira em 2002 pretende ser consultor internacional.

"É uma coisa difícil, no mundo a gente não pede para nascer e quando nasce não quer morrer. E hoje, para mim, não é a primeira morte, mas é uma transição. Poderia ver como tristeza, mas vejo com muita alegria a minha trajetória. Olhar de onde comecei minha história, minha família, é difícil, não é fácil. O que me conforta é saber que foi um período de muita aprendizagem e alegria", afirmou Gilberto Silva, em entrevista coletiva, em Belo Horizonte.

O volante, que também jogou como zagueiro, estava sem jogar desde 2013 quando não teve renovado seu contrato com o Atlético, com o qual foi campeão da Copa Libertadores. Recentemente, recebeu proposta para atuar na diretoria do América, time que o revelou para o futebol.

Entre a saída do Atlético e o anúncio da aposentadoria, Gilberto se empenhou em fazer cursos e se preparar para um novo ciclo ligado ao futebol, mas afastado dos gramados. "Nestes dois anos tenho me preparado para uma nova etapa da minha vida. Acho que chegou o momento de fazer esse processo de transição", declarou o ex-jogador, que esteve no Arsenal nas últimas semanas.

"Agora estive em Londres, minha velha casa, e conversando com alguns amigos, com a empresa que me assessorou, vi que tem uma forma bacana de continuar no futebol como consultor internacional. Recebi o convite do América, mas não foi possível. Estou focado nesse novo projeto internacional, acho que é o meio perfil", afirmou.

Foi no Arsenal que Gilberto viveu seus melhores momentos como jogador. E foram as conquistas no clube londrino - Campeonato Inglês da temporada 2003/2004, Copa da Inglaterra em 2003 e 2005 - que levaram-no para a seleção brasileira. O volante fez parte do elenco pentacampeão mundial na Coreia do Sul e no Japão em 2002.

COMENTÁRIOS dos leitores