Sport goleia o Náutico e assume vice-liderança

Com gols de Ananias, Érico Júnior e Neto Baiano, Leão vence por 3x0

por Clauber Santana dom, 02/02/2014 - 20:24

Os papéis se inverteram, o local da partida mudou e o vencedor também. No segundo Clássico dos Clássicos do ano o visitante, mais uma vez, venceu o rival. Melhor, desta vez, para o Sport, na Arena Pernambuco, que goleou o Timbu por 3x0. Os gols da primeira vitória rubro-negra foram marcados por Ananias, na primeira etapa, Érico Júnior, logo no início do segundo tempo, e Neto Baiano, nos minutos finais da partida. 

Com o resultado, o Sport agora é o vice-líder com cinco pontos e na próxima rodada enfrenta o Botafogo-PB, na Ilha do Retiro, na quinta-feira (6), às 20h30.Enquanto o Timbu, na terceira posição com quatro pontos, terá o mesmo adversário, mas dois dias antes, às 19h, no Almeidão, em João Pessoa.

Ananias deixa o Leão na frente do Timbu

Todas as matérias pré-jogo do clássico erraram a escalação do Sport. O técnico interino Eduardo Baptista surpreendeu, muito, e mandou a campo um time com cinco mudanças. Entraram na equipe o zagueiro Durval, o lateral-esquerdo Renê, os meias Aílton e Ananias e o atacante Érico Júnior. No Timbu, a única novidade foi Pedro Carmona que substituiu Marinho, lesionado.

Mesmo com tantas mudanças, o Leão foi melhor na primeira etapa, neutralizou o meio-campo alvirrubro e saiu na frente. Aos 14 minutos, Neto Baiano não desistiu do lance, recuperou a bola e voltou para Aílton. O meia cruzou para área e Ananias, de cabeça, mandou para o fundo das redes: 1x0. Festa da torcida rubro-negra na Arena Pernambuco.

A partir de então, o duelo seguiu como queria o Sport com muitas faltas e pouco espaço para jogar. O Timbu, que poderia ter marcado um minuto antes do gol do Sport com Zé Mário, só voltou a finalizar aos 44 minutos num chute de longe de William Alves. E foi só o que conseguiu criar. Os meias Pedro Carmona, Zé Mário e Yuri tiveram dificuldades para furar o bloqueio adversário, mesmo tendo mais posse de bola.

Sport marca no inicio e no fim

Na volta do intervalo, Lisca tirou Rodrigo Possebon e colocou o atacante Paulo Júnior. Porém, com dois minutos já levou o segundo tento. João Ananias errou na saída de bola, Neto Baiano recebeu e arriscou de fora da área. Gideão falhou e soltou nos pés de Érico Júnior, que empurrou para gol.

Assim como na etapa inicial, o Timbu não teve poder de reação para buscar o empate. Teve mais posse de bola, trocou passes, mas esteve longe de assustar o goleiro Magrão, que pouco trabalhou. O Sport, mesmo em vantagem, ainda criou as melhores oportunidades. E chegou ao terceiro gol que deu números finais a partida. Renato sofreu pênalti e, aos 41 minutos, Neto Baiano cobrou forte para marcar o terceiro e derradeiro gol rubro-negro.

Ficha do jogo

Náutico 0

Gideão; João Ananias, William Alves, Flávio e Gerley; Rodrigo Possebon (Paulo Júnior), Elicarlos, Yuri, Zé Mário (Marcos Vinicius) e Pedro Carmona; Hugo (Marcelinho). Técnico: Lisca

Sport 3

Magrão; Oswaldo (Ferron), Durval e Ewerton Páscoa; Patric, Rithely, Aílton, Ananias (Felipe Azevedo) e Renê (Renato); Érico Júnior e Neto Baiano. Técnico: Eduardo Baptista

Local: Arena Pernambuco

Árbitro: Emerson Sobral (PE)

Assistentes: Marcelino Castro e Roberto Oliveira (Ambos de PE)

Gols: Ananias (aos 14 do 1ºT),  Érico Júnior (aos dois do 2ºT) e Neto Baiano (aos 41 do 2ºT)

Cartões amarelos: Rodrigo Possebon (Náutico); Ewerton Páscoa, Érico Júnior e Neto Baiano (Sport)

Público e renda: 13.062 / R$ 322.140,00

COMENTÁRIOS dos leitores