Sport desperdiça chances e cede empate ao Bahia:1x1

Leão dominou no primeiro tempo, mas não matou o jogo e sofreu empate no final

por William Tavares | qua, 12/09/2012 - 22:29
Compartilhar:

 

Foto: Chico Peixoto / LeiaJáImagens Rubro-negro não conseguiu segurar o time baiano Rubro-negro não conseguiu segurar o time baiano

Pelo primeiro tempo, o Sport merecia vencer por uma boa margem. Mas como não aproveitou as chances iniciais, veio o castigo. Numa das pouquíssimas chances do Bahia no jogo, Hélder acertou o chute que culminou no empate em 1x1 entre o Leão e o tricolor de aço. Os pernambucanos permanecem na 17ª colocação, com 23 pontos. Os baianos estão 15ª, com 28.

O JOGO

Após serem anunciadas várias escalações diferentes para o Sport, finalmente o torcedor conheceu a equipe titular que enfrentaria o Bahia. Willian Rocha não se recuperou totalmente de lesão e Renê ficou com a vaga na lateral-esquerda. O jovem não perdeu tempo e logo aos quatro minutos mostrou seu cartão de visitas. Em subida pela esquerda, Renê cruzou na cabeça de Hugo. O camisa 80 testou firme, Lomba ainda tocou na bola, mas ela morreu no fundo das redes.

Mal aconteceu o primeiro gol, por pouco Rithely não ampliou. Cicinho levantou na pequena área e o volante cabeceou no canto para a defesa à queima-roupa do goleiro baiano. O tricolor de aço respondeu em cobrança de falta três minutos depois. A bola passou por Saulo e a zaga do Sport afasta o perigo. Mas quem pressionava era o Leão. Moacir aproveitou corte errado de Titi e arriscou de longe para boa defesa de Marcelo Lomba.

Animado com os aplausos após o lance do primeiro gol, Renê chegou próximo de deixar sua marca na partida. Em contra-ataque, Felipe Azevedo achou o jogador livre de marcação, mas o lateral colocou muita força na hora de encobrir Lomba e jogou a bola por cima.

De pé em pé, o Leão não encontrava dificuldades em chegar à área baiana. Primeiro foi Rithely, que novamente apareceu livre na cara do gol e deu de peixinho para fora. Depois, Moacir aproveitou falha na marcação do Bahia e surgiu na frente de Lomba. O volante puxou para a perna direita e bateu em cima de Jussandro. O Bahia até tentou assustar em chute de Fabinho, mas Saulo evitou o gol na única finalização do adversário.

Perdido na partida, o Bahia nem de longe parecia o time que goleou o Vasco fora de casa na última rodada. O Sport seguia desperdiçando muitas chances, mas nenhuma delas caia nos pés dos atacantes e sim no dos volantes, principalmente Moacir e Rithely. E foi sobrando em campo que os pernambucanos encerram o primeiro tempo com apenas 1x0 no placar.

No segundo tempo, Jorginho sacou Zé Roberto e colocou Elias. A alteração melhorou o time do Bahia, que voltou pressionando o Sport no segundo tempo. E foi o próprio meia que teve uma boa chance de marcar em cobrança de falta na meia lua. Após muita confusão na formação da barreira, Elias bateu fraco no centro do gol.

Hugo aproveitou um vacilo de Danny Morais e chutou rasteiro no canto de Lomba que só observou a bola passar rente a trave esquerda. No lado do tricolor, Jones Carioca tabelou com Souza e só não pintou na cara do gol porque Saulo chegou primeiro e cortou com a perna direita.

Com a entrada de Elias, o Bahia começou a ganhar no meio-campo, muito também depois da saída de Rithely, que sentiu uma lesão e foi sacado no início do segundo tempo para a entrada de Naldinho. Waldemar Lemos também substituiu o autor do gol Hugo e colocou Felipe Menezes, além de tirar Gilsinho e colocar Gilberto.  Aos 27 minutos, Elias recebeu passe de Souza e acertou uma bomba no travessão de Saulo, assustando a torcida rubro-negra.

De susto para sofrimento. Jones cruzou na área do Leão, a bola passou por todo mundo e sobrou para Elias, que rolou para o chute cruzado de Hélder, silenciando a Ilha do Retiro. Aos 37 minutos do segundo tempo, o Bahia empatava o jogo em 1x1. Com pouco mais de 10 minutos para reagir, o nervosismo travou as pernas dos rubro-negros, que vão lamentar os dois pontos perdidos no clássico nordestino.

Ficha do Jogo:

Local: Ilha do Retiro

Horário: 20h30

Sport: Saulo; Cicinho, Edcarlos, Diego Ivo e Renê; Tobi, Moacir, Rithely(Naldinho) e Hugo(Felipe Menezes); Gilsinho(Gilberto) e Felipe Azevedo. Técnico: Waldemar Lemos.

Bahia: Marcelo Lomba; Neto, Danny Morais, Titi e Jussandro; Fabinho, Hélder, Diones(Kléberson) e Zé Roberto(Elias); Jones(Mancini) Carioca e Souza. Técnico: Jorginho.

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP/Fifa).

 Assistentes: Carlos Nogueira e Gilberto Rodrigues (ambos de SP).

Gols: Hugo, aos 4 minutos do 1º tempo e Hélder, aos 37 minutos do segundo tempo

Cartões Amarelos: Jussandro, Danny Morais, Souza, Neto, Elias, Fabinho, Titi (Bahia), Renê, Edcarlos, Diego Ivo (Sport)

| | | Link:
Compartilhar: