Judocas brasileiros comemoram medalhas no Canadá

| dom, 29/04/2012 - 15:01
Compartilhar:

 

O Brasil encerrou o Campeonato Pan-Americano de Judô de Montreal, última competição antes do fechamento do ranking olímpico e da definição das vagas para os Jogos de Londres, com 14 medalhas, um aproveitamento de 100%. Destas, nove foram douradas, duas prateadas e outras três de bronze.

Leandro Cunha, da categoria até 66kg, é um dos que chegou ao lugar mais alto do pódio na noite de sábado em Montreal e espera repetir o feito em Londres. "Estou numa boa fase e quero aproveitar da melhor maneira esse momento. Fiquei dois meses parado por conta de uma cirurgia no cotovelo e voltar a competir com uma medalha de ouro é muito bom para embalar em 2012 e trabalhar para conquistar outra nas Olimpíadas", diz Leandro Cunha, prata nos dois últimos Mundiais.

Na categoria até 60kg, o pódio foi todo brasileiro em Montreal. Isso porque além do campeão Felipe Kitadai, também levaram medalha os brasileiros naturalizados Sérgio Pessoa (Canadá) e Hernan Birbrier (Argentina). "Vou chegar feliz às Olimpíadas. É muito bom estar lá sendo campeão Pan-Americano. Não quero ir para participar apenas, vou com esperança de um bom resultado", comentou Kitadai.

Para Erika Miranda, da categoria até 52kg, a competição valeu principalmente pela oportunidade de vencer nas semifinais a cubana Yanet Bermoy Acosta, uma das suas maiores rivais. "Entrei tranquila nesse Pan, pronta para botar em prática tudo o que venho treinando. Como é a última competição antes de Londres, quis arriscar mais e testar algumas coisas. Contra a cubana fui muito tática e fiz com que ela provasse do próprio veneno, que é fazer o outro tomar punição e não poder reagir."

Mesma sorte não teve Sarah Menezes, que voltou a ser derrotada pela cubana Dayaris Mestre Alvarez. "Não deu para entender muito o que aconteceu. Mas isso não importa, o objetivo maior é a Olimpíada. Sei que fiz uma boa luta. Vim aqui com o objetivo de me preparar da melhor maneira possível para Londres."

Já Leandro Guilheiro, que levou o ouro na sexta-feira, na categoria até 81kg, comemora uma chave privilegiada em Londres. "Queria chegar e sair do Pan como líder do ranking mundial e consegui. Tenho três meses para melhorar todos os aspectos do meu judô até as Olimpíadas", disse ele,

| | | Link:
Compartilhar: