Jogadores da NBA voltam para casa

Estrangeiros que jogam a liga americana retornam aos países de origem por conta da greve

por Luiz Mendes ter, 11/10/2011 - 14:22
Alexandre Vidal / Fla Imagem Leandrinho retornará a NBA assim que a paralisação terminar Alexandre Vidal / Fla Imagem

O imbróglio entre os jogadores da Liga Americana de Basquete, NBA, e os donos das equipes com relação aos direitos trabalhistas dos atletas fez com que a temporada 2011/2012 foi atrasada em pelo menos duas semanas. Diante deste impasse os principais astros do principal campeonato da modalidade no mundo tiveram que recorrer a times de outros países para continuar atuando.

Com a greve nos EUA, o espanhol Pau Gasol, um dos principais jogadores do Los Angeles Lakers, decidiu voltar ao país de origem e atuar no time que o revelou para o basquete, o Barcelona. Outro que resolveu para casa foi o experiente pivô do Utah Jazz Andrei Kirilenko. O russo irá defender o CSKA Moscow, time onde jogou entre 1999 e 2001.

A França também receberá um atleta do país que atua na NBA. Boris Diaw, jogador do Charlotte Bobcats retorna a terra natal para disputar a Euroliga pelo JSA Boudeaux. Graças à greve na liga norte-americana o Flamengo pode contratar o ala Leandrinho. O clube carioca precisou do apoio de dois bancos privados para trazer o atleta ao Brasil, porém assim que for decretado o fim da paralisação, o jogador terá que retornar ao Toronto Raptors.

Considerado um dos principais nomes do basquete mundial, o americano Kobe Bryant não tem o privilégio de jogar em seu país. Por isso está prestes a anunciar sua transferência para o Virtus Bologna, da Itália. Para ter o jogador do Los Angeles Lakers em seu elenco, cogita-se que o clube italiano terá que desembolsar cerca de U$ 800 mil a cada partida que Kobe participar.

Estima-se que com a paralisação de duas semanas, o que representa o adiamento de 100 jogos, a NBA terá um prejuízo aproximado de U$ 83 milhões.

COMENTÁRIOS dos leitores