Público redescobre versão de 'Linger' gravada por Angélica

Após a súbita morte de Dolores O'Riordan, internautas resgataram o cover de uma das músicas mais famosas da banda Cranberries

por Paula Brasileiro ter, 16/01/2018 - 19:07
Reprodução/Twitter Angélica gravou a versão em 2011 Reprodução/Twitter

A morte da cantora Dolores O'Riordan, vocalista da banda The Cranberries, surpreendeu os fãs na última segunda (15). A partida da artista fez o público relembrar dos sucessos eternizados pela sua voz mas, uma outra lembrança veio à tona, em meio a tantas, e acabou por também surpreender boa parte do público. Uma versão da canção Linger, gravada por Angélica, em 2001.

Uma das músicas mais conhecidas do Cranberries, Linger ganhou uma versão brasileira chamada 'Se a gente se entender'. A faixa abria aquele que viria a ser o último disco gravado por Angélica, no início dos anos 2000, e tinha o objetivo de dar um ar mais adulto ao trabalho musical da loira. O Cranberries lançou a versão original em 1993, e tinha composição assinada pela própria Dolores em parceria com Noel Hogan.  

A lembrança mexeu coma internet e os comentários logo se espalharam pelas redes sociai, muitos em tom de brincadeira. Carina Encélado comentou: "Sem Linger não teríamos a versão clássica da Angélica. Não dá para negar a importância dessa música, da banda e da vocalista"; Henri disse: "Eu zuei ontem, mas a versão da Angélica para Linger é uma obra prima. Sem mais..."; e Rique Sampaio escreveu: "Eu fiquei bem chateado com a morte da Dolores, mas lembrei disso aqui e deu pra rir um pouco. É provavelmente o pior cover já feito na história da humanidade". 



 

COMENTÁRIOS dos leitores