No Recife, Xuxa faz show para 'baixinhos' que cresceram

O espetáculo - com público esperado essencialmente de adultos - vai acontecer no Classic Hall, a partir das 21h

por Taciana Carvalho sab, 07/10/2017 - 09:21
Reprodução/Facebook Reprodução/Facebook

Este será um sábado especial e inesquecível para os fãs de Xuxa Meneghel. É que a cantora, atriz e apresentadora consagrada como a rainha dos baixinhos desembarca, na noite de hoje (7), no Recife, para a turnê XuChá – O Chá da Xuxa. O espetáculo vai acontecer, no Classic Hall, em Olinda, a partir das 21h. 

A expectativa é que o show seja de grande dimensão. Para se ter uma ideia, são 60 pessoas no palco e mais de três carretas chegam à cidade com equipamentos e tudo o que tem direito para tornar o palco cheio de encanto e magia, além dos paquitos e paquitas. O show deve ser longo, já que no repertório estão previstas 32 canções como as clássicas Lua de Cristal e Ilariê. Ao contrário do que muitos pensam, a apresentação é voltada para adultos, que irão lembrar os velhos tempos do Xou da Xuxa.

A nave espacial branca e as escadas coloridas do então programa devem fazer parte da encenação de hoje marcando momentos do ápice da carreira de Xuxa. No entanto, quem ainda pretende comprar o seu ingresso, vai ter que desembolsar um valor bem salgado: a pista custa R$ 80, o frontstage R$ 140 e camarotes para dez pessoas está entre R$ 1.200 a R$ 1.600. 

Mal começou a turnê e já dá para imaginar a dimensão da saudade que a rainha deixou entre seus fãs: no Rio de Janeiro, o XuChá, onde foi a estreia, os ingressos foram esgotados após seis horas do início da venda. Em seguida, a exibição aconteceu em São Paulo e depois em Belo Horizonte. 

Em entrevista concedida no final de setembro passado, ao Jornal do Commercio, Xuxa declarou que nunca imaginou chegar onde chegou. “Nunca imaginei conquistar o que conquistei e hoje, com um pouco de experiencia de TV, vejo que ainda tenho muito a aprender”, disse modestamente aos 34 anos de carreira. 

Xuxa também falou que não abre mão do posto de rainha dos baixinhos. “Eu não abro mão desse título, é meu e pronto. Mas tenho noção que meus baixinhos cresceram e sou eternamente feliz e grata por tanto carinho e respeito que recebi, recebo e ainda receberei”. 

A loira dos olhos azuis chegou a se tornar a quarta artista brasileira com maior número de discos vendidos na história do Brasil. Foi protagonista de diversos filmes que levaram seu nome e foi conquistando com o tempo um público fiel. Ela também ficou muito conhecida pelos relacionamentos com famosos como o ex-jogador de futebl Pelé e o então piloto Ayrton Senna. Xuxa também namorou Luciano Szafir, pai de Sasha. 

As polêmicas não ficam de fora da vida da artista. Em 1979, Xuxa filmou Amor Estranho Amor. No longa, a personagem dela aparece em cenas de sexo com um menino de 12 anos. Depois de uma longa batalha judicial, ela conseguiu tirar o filme de circulação. Em 1982, fez um ensaio para a Playboy. Na chamada da capa, a frase: “As fotos que o Pelé quase proibiu”. Xuxa também terminou uma parceria de mais de 20 anos com a empresária Marlene Mattos. 

Em 2012, Meneghel chegou a fazer um forte desabafo pessoal: disse que sofreu abusos sexuais até os 13 anos de idade e falou que decidiu expor seu passado para que outras crianças não sofram. “Quero lutar por elas”, ressaltou na ocasião. 

Até em política Xuxa já se envolveu. Em 2013, foi postado na página oficial do Facebook da cantora um texto no qual o deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC) foi chamado de “monstro”, após ele ter sido eleito para presidir a Comissão de Direitos Humanos na Câmara dos Deputados. O parlamentar até avisou que iria processa-la, mas desistiu. “Xuxa já foi injustiçada e caluniada como estou sendo agora e, por isso moverei ação nenhuma contra ela”, justificou Feliciano. 

COMENTÁRIOS dos leitores