Nacional Ceará Paraíba Pará Pernambuco São Paulo

Curta paraense será exibido em festival na França

"Pretas" foi o vencedor do Festival Osga de Vídeos Universitários 2016, promovido pela Universidade da Amazônia (Unama)

por Raiany Pinheiro sex, 10/02/2017 - 13:45
Divulgação "Pretas": vencedor do Osga e agora na França Divulgação

O curta-metragem “Pretas”, grande vencedor do Festival Osga de Vídeos Universitários 2016, promovido pela Universidade da Amazônia (Unama), foi selecionado para participar da 39ª edição do Festival du court métrage de Clermont-Ferrand, na França. O curta ficará em exibição no estande brasileiro até o dia 11 de fevereiro.

O "Pretas" aborda a representatividade racial e o papel do negro na sociedade. Dirigido por Lucas Moraga, graduando do curso de Publicidade e Propaganda da Unama, o curta também foi premiado no Osga 2016 nas categorias de melhor direção, melhor produção, melhor atriz, melhor figurino e melhor edição.

Em entrevista ao LeiaJá, Lucas Moraga falou sobre a participação do curta-metragem em um festival internacional de cinema. Para ele, essa oportunidade serve de incentivo para que a equipe continue produzindo e contribuindo com o cenário do audiovisual. "É uma sensação única porque ainda nem saímos da universidade e já temos todo um reconhecimento que não esperávamos. É muito gratificante e impulsiona a continuar os próximos episódios com ainda mais empenho", informou.

Segundo Moraga, o "Pretas" é um projeto que foi sonhado por toda a equipe que participou da produção. Mais que os prêmios já conquistados, o diretor destacou que o grande objetivo é dar cada vez mais visibilidade para a temática que foi abordada no curta. "Queremos que esse projeto se torne ainda mais reconhecido por entendermos da importância dos temas debatidos e o quanto eles precisam estar em evidência. As mulheres negras necessitam de representatividade e não tem como deixar isso para depois. Estamos lutando para que essa representatividade ganhe o mundo", afirmou Moraga.

Para Marina Chiari, coordenadora do Festival Osga de Vídeos Universitários, a exibição do "Pretas" em um festival internacional mostra que o Osga é um festival que estimula a produção. Segundo ela, o sucesso do filme está ligado diretamente ao empenho da equipe que produziu. "Ficamos satisfeitos em perceber que o festival é um espaço profícuo para a produção universitária. Ver um filme que foi premiado no Osga ganhar tanta visibilidade é muito importante porque as pessoas se sentem estimuladas a produzirem para esse festival e essa produções eventualmente podem gerar mais visibilidade ainda para essas pessoas e estimular que elas continuem produzindo", contou.

A coordenadora também destacou que a produção audiovisual dentro da universidade vem crescendo principalmente pelo interesse dos estudantes. "Acho muito legal que os nossos alunos estejam buscando seu espaço. Com certeza não foi o festival que veio bater na porta deles, foram os próprios alunos que procuraram espaço para divulgar seu filme, inscreveram a produção em diversas iniciativas. Isso mostra que basta a gente se organizar para conseguir dar visibilidade ao nosso trabalho. É um resultado que mostra a qualidade dos nossos alunos, a  competência, o empenho e o amor que eles têm pela produção audiovisual", afirmou. Abaixo, assista ao curta "Pretas".

Embed:

COMENTÁRIOS dos leitores