Lendário desenhista Tyrus Wong morre aos 106 anos

Ele começou a trabalhar na Disney em 1938 nas áreas de conteúdo visual de animações e desenhando centenas de rascunhos do Mickey Mouse

dom, 01/01/2017 - 20:41
KAZUHIRO NOGI Os personagens Mickey e Minnie Mouse, em Tóquio, no dia 16 de junho de 2016 KAZUHIRO NOGI

O lendário artista de animação Tyrus Wong, cujos desenhos foram usados para criar o desenho original "Bambi", da Disney, morreu aos 106 anos, informou a empresa.

"Tyrus Wong teve o dom para evocar um incrível sentimento em sua arte com uma composição simples e gestual", destacou o comunicado enviado pela empresa onde trabalhou durante alguns anos antes de ir para a concorrente, Warner Brothers.

"Apesar de Tyrus ter trabalhado nos estúdios Walt Disney apenas por três anos, entre 1938 e 1941, sua influência na composição artística das características animadas de Bambi não podem ser mensuradas", reconheceu a Disney.

"Nascido em Cantão, na China, em 1910, Wong e seu pai emigraram para a América deixando para trás sua irmã e sua mãe, a quem ele nunca mais encontrou", de acordo com a página do site da Disney.

Quando criança, o pai de Wong estimulou seu amor pela arte fazendo com que ele praticasse caligrafia e pintura. Mais tarde, Wong entrou para o Otis Art Institute, em Los Angeles (agora Otis College of Art and Design), com bolsa integral.

Ele começou a trabalhar na Disney em 1938 nas áreas de conteúdo visual de animações e desenhando centenas de rascunhos do Mickey Mouse.

Quando soube que o estúdio estava fazendo a pré-produção do filme original de "Bambi", pintou inúmeras imagens de um cervo na floresta.

Os desenhos chamaram a atenção de Walt Disney e se tornaram o modelo da identidade visual do filme, de acordo com o site da Disney, o qual ressaltou que o trabalho de Wong influencia os filmes até hoje, inspirando animadores contemporâneos.

Após este período na Disney, Wong trabalhou pelos 26 anos subsequentes como artista de conceito e história na Warner Brothers, até se aposentar em 1968.

COMENTÁRIOS dos leitores